Dia do nordestino

Como fazer cuscuz nordestino? Aprenda a fazer receita que conquista gerações

A comida típica nordestina pode ser preparada de diversas formas.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 05/10/2021 às 11:20
NOTÍCIA Notícia
Reprodução/TV Jornal Interior
Cuscuz pode ser preparado de diversas formas - FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

É possível dizer que não há como desassociar o cuscuz da cultura nordestina. O prato feito a partir de flocos de milho é a cara do Nordeste e pode ser preparado das mais variadas formas. Há quem goste de um bom cuscuz com charque, com ovo, com queijo, ou até mesmo só com acompanhamento de manteiga. Mas o que importa na verdade é que esta iguaria está presente na mesa de muitos nordestinos a qualquer hora do dia.

Como surgiu o Dia do Nordestino? Conheça a história por trás da data

..

O "amarelinho" é um dos grandes símbolos da culinária do Nordeste e sua importância é tão grande que ele se tornou patrimônio imaterial da humanidade. Em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, o alimento é carro-chefe de uma das empresas que fica no distrito industrial. Nela, são produzidos cerda de 300 toneladas de "flocão" de milho mensalmente. A produção também é exportada para outros Estados nordestinos.

De acordo com o empresário Eduardo Oliveira, a produção, que já é considerada grande, vai aumentar ainda mais. Fruto do aumento das vendas e da paixão do nordestino pelo cuscuz, que não pode faltar em casa. "Estamos duplicando a nossa produção já a partir do próximo mês, com a ampliação de mais um turno, e estamos em processo de aquisição de novos equipamentos para aumentar nossa capacidade produtiva", disse. 

Como preparar o cuscuz?

Para chegar até a mesa do nordestino, o cuscuz passa por um processo de colheita, limpeza, germinação para tirar a pele e o "olho" do milho, moagem, classificação, aspiração e empacotamento. Tudo isso para que a iguaria chegue na casa do consumidor do jeitinho certo para a preparação. 

O tempo de preparação do cuscuz varia de 10 a 15 minutos. Para fazê-lo, basta uma cuscuzeira, que é uma panela que facilita o cozimento dos flocos a vapor, um pouco de água e sal. É só misturar tudo até a "massa" ficar molhada, com os flocos soltinhos. Depois, é só esperar alguns minutos para que os flocos absorvam a umidade e depois levar a massa ao fogo na cuscuzeira.

Na hora de escolher um acompanhamento, a criatividade é quem manda no prato. O cuscuz vai bem uma manteiga, ovo, charque, carne de sol, e até mesmo acompanhamentos doces, como banana ou leite com açúcar. Existe até pastel de cuscuz! O importante é saborear essa iguaria, tão característica do povo nordestino.

 

Comentários

Mais Lidas