Televisão

Globo ‘erra Pix’ de R$ 318 mil e emissora entra na Justiça para receber o dinheiro de volta; entenda

O homem que recebeu a quantia conta que achou que havia ganhado alguma promoção

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 04/02/2022 às 18:26
Notícia
Reprodução/Redes Sociais
Fachada da Rede Globo - FOTO: Reprodução/Redes Sociais
Leitura:

Aquele sonho de receber um ‘Pix surpresa’ foi realizado por um homem, que acabou recebendo R$ 318 mil da TV Globo por engano. A emissora precisou entrar com um processo para recuperar o dinheiro, pois o homem já havia comprado uma casa com o dinheiro.

..

O caso começou em 27 de dezembro de 2021, mas apenas nesta sexta-feira (4) foi revelado, após ser divulgado pelo Notícias da TV. A Globo acatou uma decisão judicial e fez o depósito em referência a um acordo trabalhista.

Mas de acordo com o setor responsável, aconteceu um erro e a quantia foi enviada para a conta de Marcos Antônio Rodrigues dos Santos, que não tinha nada haver com o caso. O homem conta que achou que havia ganhado alguma promoção, assim ficando com o dinheiro e deu entrada em uma casa própria após a virada do ano.

Mas alguns dias depois Marcos recebeu uma notificação do setor jurídico da Globo, informando que ele deveria devolver o depósito. Mas ele alegou que já havia utilizado o dinheiro e não tinha mais o que fazer.

Justiça

Foi necessário que a emissora recorresse à Justiça para receber o dinheiro de volta e o caso está na 3ª Vara Cível do Rio de Janeiro. O Juiz Luís Felipe Negrão que está cuidando do caso notou erro nos lados após análise.

“O presente requerimento apresenta insuperáveis equívocos”, afirmou o Juiz. Incluindo que não pode julgar o processo pois a emissora determinou um valor abaixo da causa, de R$ 1 mil reais.

“Ora, se há um alegado indébito de R$ 318.600,40, o valor da causa não pode ser R$ 1.000. Assim sendo, sem prejuízo de eventual aditamento subsequente, remete o autor sua petição inicial de tutela antecedente, no prazo de 10 dias, adequando-a aos requisitos expostos na presente decisão”, determinou Negrão.

A Globo ainda não se pronunciou sobre o caso.

Comentários


Mais Lidas