Inusitado

Homem gasta mais de 15 mil para fazer modificações no corpo e é conhecido como 'demônio' da Ceilândia; veja fotos

São mais de 100 tatuagens, língua e orelhas cortadas, implantes, entre outras alterações

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 05/02/2022 às 12:01
Notícia
Reprodução/Instagram
Modificações feitas em Pedro Kanso foram mais de R$15 mil - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

Foram mais de R$ 15 mil reais gastos nas modificações no corpo de Pedro Henrique Silva dos Santos ou ‘Pedro Kenso’, de 28 anos. São mais de 100 tatuagens, quatro implantes que parecem chifres, prótese nos olhos, orelha e língua cortadas no morador de Ceilândia, no Distrito Federal.

..

Todas as mudanças o fizeram ficar conhecido como “demônio” ou “satanás”. A curiosidade ou admiração pelo jovem o fez bater a marca de 272 mil seguidores no TikTok e seus vídeos virais nas redes sociais.

Em entrevista ao G1, Pedro contou que há algumas rejeições, mas ele não se importa "Tem gente que não senta do meu lado e que passa por mim na rua e faz o sinal da cruz. Mas nunca liguei não. Quando comecei eu já sabia que isso ia acontecer, mas eu acho bonito", diz o jovem.

@mansaotattoo

Facebook segue la [email protected]

? som original - Pedro Kenso

Sua primeira tatuagem foi aos 14 anos, o nome da mãe, Lúcia, que na época não gostou da marca, mas atualmente ela já o apoia e inclusive tem várias tatuagens. Casado, pai de dois filhos, uma menina de 6 anos e um menino de 10 meses, ele contou que eles já estão acostumados com sua aparência.

 

Reprodução/Instagram
São mais de 100 tatuagens, quatro implantes que parecem chifres, prótese nos olhos, orelha e língua cortadas - Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram
Modificações feitas em Pedro Kanso foram mais de R$15 mil - Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram
Todas as mudanças o fizeram ficar conhecido como "demônio" ou "satanás". - Reprodução/Instagram

Inspiração

O YouTuber francês, Anthony Loffredo que é conhecido pelo “Black Alien Project” nas redes foi a inspiração para sua primeira modificação em 2017. Segundo Pedro é um trabalho artístico bonito e ele é fã do trabalho.

As modificações vão continuar, ele ainda pretende colocar mais seis silicones na cabeça e remover o nariz, mas fora do Brasil.

Comentários


Mais Lidas