Viral

Homem é dado como morto e ‘acorda’ antes da autópsia

Gonzalo chegou a ser levado para a câmara frigorífica por algumas horas

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 11/02/2022 às 18:12
Notícia
Infocuspix/Freepik
Homem chegou a ser levado ao necrotério. Imagem meramente ilustrativa - FOTO: Infocuspix/Freepik
Leitura:

Um homem passou por uma situação em que muitos tem medo, ser declarado morto mas não ser verdade. O caso aconteceu com o presidiário Gonzalo Montoya Jiménez na Espanha, em 2018, mas voltou a repercutir essa semana. Poucas horas antes de acontecer a autópsia, ele acordou e assustou os legistas.

..

O presidiário foi encontrado inconsciente em sua cela e declarado morto por três médicos em janeiro do ano. O cadáver foi levado até a câmara frigorífica por algumas horas, para preservar e ser feita a autópsia. A equipe médica só percebeu que algo estava errado momentos antes de abrir o corpo.

O homem já estava com marcações de orientações da autópsia quando ouviram barulhos e ao checar, ele ainda estava vivo. O homem foi transferido para o hospital automaticamente.

Teoria

Os médicos se dividiram em algumas teorias, a mais forte é de que foi um caso de catalepsia, em que o corpo entra em transe ou estado parecido de uma convulsão, o que apresenta inconsciência e rigidez física, a respiração também foi afetada. O caso pode durar até dias, mas é algo raro.

* Com informações do canal tech.

Comentários


Mais Lidas