Videoconferência

Serra Talhada vai rever contratos após reunião com TCE sobre crise do coronavírus

Tribunal entendeu que é possível manter contratados durante pandemia

Conteúdo Patrocinado
Conteúdo Patrocinado
Publicado em 07/05/2020 às 10:44
NOTÍCIA
Divulgação/Prefeitura de Serra Talhada
FOTO: Divulgação/Prefeitura de Serra Talhada
Leitura:

Uma assembleia da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) realizada nessa quarta-feira (6) através de videoconferência contou com a participação do presidente do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE), Dirceu Rodolfo. Na ocasião, foram abordados assuntos relativos às ações realizadas durante a pandemia do coronavírus nos municípios.

Um dos pontos debatidos entre os prefeitos e o presidente do TCE diz respeito aos encaminhamentos referentes a profissionais contratados. O entendimento anterior era apenas pela suspensão ou rescisão dos contratos vigentes, exceto daqueles profissionais que estivessem na linha de frente do combate à pandemia. Todavia, após ampliação do entendimento do Tribunal, que passou a admitir a manutenção desses contratados, ficou aberta a possibilidade dos municípios permanecerem com alguns profissionais.

Serra Talhada vai tomar medidas

O prefeito de Serra Talhada, no Sertão, Luciano Duque, participou da reunião com outros membros da prefeitura e a partir da nova possibilidade, decidiu minimizar os impactos no quadro de servidores, buscando todas as alternativas e medidas possíveis, dentro dos marcos da legislação, para manter os profissionais em atuação, o que inclui os professores que haviam sido contratados após processo de seleção simplificada.

"Nós, verdadeiramente, ficamos aliviados com essa nova possibilidade apresentada pelo Tribunal de Contas do Estado, a quem parabenizamos pela sensibilidade e por entender todas as dificuldades e dilemas vividos pelos governos municipais. Estávamos realmente ansiosos por uma notícia boa e isso com certeza nos dará um grande alívio. Agora vamos estudar cada caso e buscar amenizar o impacto que causaria a suspensão de todos os contratos", destacou o prefeito.

De Serra Talhada, participaram o prefeito Luciano Duque, a secretária de Educação Marta Cristina, a secretária de Saúde Márcia Conrado, o procurador geral do município Giovani Simoni, o secretário de Obras, Cristiano Menezes, o vice-prefeito Márcio Oliveira e o secretário de Planejamento e Gestão, Josembergues Melo.

Mais Lidas