jogos paralímpicos

Carol Santiago, recordista pernambucana, garante bronze na natação nas Paralimpíadas de Tóquio

A atleta de Caruaru conseguiu a terceira melhor colocação na prova dos 100m costas da classe S12 (baixa visão).

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 27/08/2021 às 8:50
NOTÍCIA
Reprodução/Arquivo pessoal
FOTO: Reprodução/Arquivo pessoal
Leitura:

A primeira medalha individual no feminino nas Paralimpíadas de Tóquio foi garantida pela pernambucana Maria Carolina Santiago no começo da manhã desta sexta-feira (27). A atleta garantiu a terceira melhor marca da disputa da prova dos 100 metros costas da classe S12 (baixa visão), com tempo de um minuto, nove segundos e 18 milésimos.

Recordista em natação, Carol Santiago é uma das grandes apostas para os Jogos Paralímpicos de Tóquio

Carol Santiago nasceu com Síndrome de Morning Glory, uma alteração congênita na retina, que atinge o nervo ótico e reduz seu campo de visão. Ela é uma das 253 atletas convocadas para o mundial e conquistou a classificação para as paralimpíadas em 2019, por ter sido medalhista de ouro no mundial de Londres.

Próximas disputas

Carol ainda vai competir em outras categorias nos próximos dias. No próximo sábado (28), ela disputa na fase classificatória dos 50 metros Livre, na categoria S13, às 22h20. No domingo (29), se passar para a final, a pernambucana disputa a medalha às 6h17.

Na segunda-feira (30), Carolina está na disputa classificatória dos 100 metros Livre na categoria S12 às 21h20. No dia 31 de agosto, estão previstas duas disputas, a final dos 100 metros Livre às 5h27, caso seja classificada, e a fase classificatória do revezamento 4x100, às 7h34. Já no dia 1º, tem a final dos 100 metros Peito na categoria S12, às 7h49.

Mais Lidas