Argentina põe Itália na roda, vence Finalíssima e chega forte para Copa do Mundo

Com amplo domínio, Argentina atropela a Itália na Finalíssima.

Caio Ferreira
Caio Ferreira
Publicado em 01/06/2022 às 17:53 | Atualizado em 01/06/2022 às 18:04
Notícia
AFP
Argentina conquistou o título da Finalíssima, contra a Itália. - FOTO: AFP
Leitura:

Nesta quarta-feira, dia 1º de junho, foi disputada no estádio de Wembley em Londres a Finalíssima, o torneio entre os campeões da Copa América e da Eurocopa.

Também chamada de Copa dos Campeões, a partida foi disputada por Argentina e Itália e quem levou a taça foi a equipe sul-americana, que venceu por 3x0.

AFP
Argentina venceu a Itália - AFP

A seleção italiana tinha preparado uma homenagem na despedida para o zagueiro Chiellini, que acabou sendo ofuscada pelo baile argentino em campo e que aconteceu sem muito destaque no intervalo da partida.

PRIMEIRO TEMPO

Os dois primeiros gols da partida saíram ainda no primeiro tempo e foram belos gols. O primeiro saiu após uma roubada de bola de Giovani Lo Celso. Ele passou para Messi, que girou em cima da marcação, entrou na área, e tocou para o meio, encontrando Lautaro Martínez que abriu o placar.

..

Na reta final da primeira etapa, o segundo gol saiu em jogada que começou pelo goleiro Emiliano Martínez. O arqueiro lançou para Lautaro, no meio do campo, que se livrou de Bonucci e enfiou para Di María entrar de frente a Donnarumma e marcar um golaço com um toque de classe por cima do goleiro italiano.

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, a Itália fez mudanças e até voltou melhor, mas o técnico Lionel Scaloni fez os ajustes necessários e a Argentina amassou os italianos, que se garantiram nas defesas de Donnarumma para não saírem de Wembley goleados.

AFP
Argentina venceu Itália - AFP

No último lance da partida, em mais uma de tantas carregadas longas de Messi, o camisa 10 avançou até a entrada da área italiana, tocou para Paulo Dybala que recebeu e bateu cruzado, vencendo Donnarumma e colocando números finais à partida.

Os destaques do jogo, além do goleiro italiano, ficam por conta do trio de ataque argentino, formado por Messi, Di María e Lautaro Martínez.


Comentários

Mais Lidas