operação retomada

Lucro com a venda de drogas em Salgueiro abastecia PCC, diz PF

Mariana Ferraz
Mariana Ferraz
Publicado em 23/02/2011 às 9:38
NOTÍCIA
Leitura:

A Polícia Federal detalhou, nesta quarta-feira (23), a Operação Retomada, deflagrada em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, para desarticular uma rede de tráfico de drogas interestadual. De acordo com as investigações, que foram iniciadas no mês de dezembro passado - a partir da prisão de três homens compraram drogas para distribuir no Ceará - o esquema consistia na vinda de cocaína e crack de São Paulo para Salgueiro em carros particulares ou em ônibus.

» LEIA MAIS
Polícia captura em Salgueiro 13 acusados de distribuir drogas em três estados do Nordeste


Treze pessoas foram presas - 12 em Salgueiro e uma em São Paulo - e duas ainda estão foragidas, entre elas o líder da quadrilha, Claudyvânio Matias de Carvalho. Segundo a Polícia, ao chegar em Salgueiro, a droga era distribuída em Pernambuco, Bahia, Piauí e Ceará. Na operação, a Polícia também apreendeu R$ 2.200 em espécie, celulares, 300 gramas de crack, 10 motos, três Vans, uma caminhonete F-10 e um Astra. \"A gente esperava apreender pouca droga, porque a distribuição do grupo era rápida\", afirmou o chefe de Comunicação Social da Polícia Federal, Giovani Santoro. Ele acredita que a quadrilha agora está muito desestruturada e, em breve, os dois fugitivos serão encontrados.

Francisco Eudovitor, membro do Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo - que também está preso - fornecia a droga a Claudyvânio Matias de Carvalho, líder do grupo criminoso, que distribuía para os quatro estados. Com o lucro, comprava vans para realizar transporte de passageiros de Salgueiro a Petrolina e Juazeiro. No caminho, a droga ia sendo distribuída e o dinheiro arrecadado, sem levantar grandes suspeitas. As motos também eram utilizadas para a distribuição de pedidos feitos por telefone, num esquema de disque-droga.

A estimativa da Polícia Federal é de que a quadrilha comercializasse cerca de 20 a 30 quilos de crack e cocaína por mês. Pelos extratos da conta de Claudyvânio, foi possível detectar uma movimentação bancária de R$ 250 a R$ 300 mil por mês. Os doze acusados presos no Sertão pernambucano foram encaminhados à Cadeia Pública de Salgueiro. Francisco Eudovitor cumprirá pena em São Paulo.

Mais Lidas