menu

Veja como os deputados de Pernambuco votaram na Reforma da Previdência

Proposta teve 379 votos a favor e 131 votos contra no plenário da Casa

Proposta teve 379 votos a favor e 131 votos contra, durante sessão nessa quarta-feira (10)
Proposta teve 379 votos a favor e 131 votos contra, durante sessão nessa quarta-feira (10) (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Depois de oito horas de debates, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, em primeiro turno, o texto principal da reforma da Previdência, na noite dessa quarta-feira (10). A proposta teve 379 votos a favor e 131 votos contra. Dos deputados de Pernambuco, 14 votaram sim e 11 votaram não [veja lista no fim da matéria].

A sessão que votava os destaques ao texto-base da reforma da Previdência foi encerrada por volta das 21h30 pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e será retomada na manhã desta quinta-feira (11). O fim da sessão foi anunciado logo depois de o Plenário rejeitar um destaque que pretendia retirar os professores da reforma da Previdência. Por 265 a 184, com duas abstenções, os deputados decidiram manter as regras para os professores que constam no texto-base.

A reforma da Previdência precisava de 308 votos, o equivalente a três quintos dos deputados, para ser aprovada. Se aprovado em segundo turno, o texto segue para análise do Senado, onde também deve ser apreciado em dois turnos e depende da aprovação de, pelo menos, 49 senadores. Em entrevista a jornalistas, Maia disse que a conclusão da votação da reforma em segundo turno pode ocorrer na sexta-feira (12) à noite ou no sábado (13) de manhã.

Proposta

A proposta aprovada na comissão especial estabelece idade mínima de aposentadoria aos 57 anos para mulheres e 60 anos para homens, definição de novos critérios por lei complementar e manutenção da integralidade (aposentadoria com último salário da ativa) e paridade (mesmos reajustes que trabalhadores da ativa) nessas idades.

Até o início da noite de quarta, havia 20 destaques ao texto principal da reforma. Com a rejeição do primeiro, restam 19, mas o número pode aumentar na reabertura da sessão desta quinta.

Veja como votaram os deputados pernambucanos:

Votaram sim:

André de Paula (PSD)
André Ferreira (PSC)
Augusto Coutinho (SD)
Daniel Coelho (CID.)
Fernando Filho (DEM)
Felipe Carreras (PSB)
Fernando Rodolfo (PL)
Luciano Bivar (PSL)
Ossesio Silva (PRB)
Pastor Eurico (PATRI)
Raul Henry (MDB)
Ricardo Teobaldo (PODE)
Sebastião Oliveira (PL)
Silvio Costa Filho (PRB)

Votaram não:

Carlos Veras (PT)
Danilo Cabral (PSB)
Eduardo da Fonte (PP)
Fernando Monteiro (PP)
Gonzaga Patriota (PSB)
João Campos (PSB)
Marília Arraes (PT)
Renildo Calheiros (PCdoB)
Tadeu Alencar (PSB)
Túlio Gadelha (PDT)
Wolney Queiroz (PDT)