Economia

Cesta básica de Caruaru registra queda de 2,8% em junho

Produtos mais caros dos últimos meses, o tomate e o feijão, começaram a apresentar queda

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 30/07/2019 às 9:42
NOTÍCIA
Agência Brasil
FOTO: Agência Brasil
Leitura:

A cesta básica de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, registrou uma nova redução no mês de junho. De acordo com pesquisa realizada por alunos de Ciências Contábeis e Gestão Financeira do Centro Universitário Unifavip/Wyden, no mês passado a alimentação básica teve custo de R$ 313,56, uma queda de 2,8%.

A professora e coordenadora da pesquisa, Eliane Alves, destacou que os produtos mais caros dos últimos meses, o tomate e o feijão, começaram a apresentar queda. Além deles, contribuíram para a redução dos preços a farinha e o óleo. Entre os itens que registraram alta estão o leite, a banana, o açúcar e a carne.

A cesta básica caruaruense continuou apresentando um valor menor do que a do Recife: a diferença foi menor se comparada às variações anteriores, passando de R$ 107,95 para R$ 82,65. A diferença com relação à cesta do Nordeste foi de R$ 102,28 e de R$ 135,56, comparada à média da cesta nacional.

Considerando o salário mínimo líquido em vigor, o trabalhador caruaruense desembolsou, em junho, 34,15% da renda e trabalhou 72 horas e 31 minutos para bancar as despesas com alimentação. Para o cálculo, é considerada a jornada oficial de trabalho de 220 horas mensais.

Panorama nacional

Em junho também houve redução dos preços dos gêneros alimentícios na maioria das capitais do País pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). As reduções mais expressivas foram em Brasília (-6,65% R$ 454,90), Aracaju (-6,14% R$ 383,09) e Recife (- 4,48% R$ 425,35).

Os maiores aumentos foram em Florianópolis (+ 1,44% R$ 494,96), Rio de Janeiro (+ 1,16% R$ 498,67) e Belo Horizonte (+ 1,05% R$ 429,30). Pelo oitavo mês consecutivo, a cesta básica mais cara do Brasil foi a de São Paulo (R$ 501,68) e a mais barata a de Salvador (R$ 384,76).

Mais Lidas