menu

Juros de financiamento da casa própria serão reduzidos pela Caixa

Segundo o Presidente Bolsonaro, medida mudará a vida dos brasileiros

Caixa Econômica Federal
Segundo o Presidente Bolsonaro, medida mudará a vida dos brasileiros (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

As regras de concessão de crédito imobiliário irão passar por mudanças e uma redução de até 31,5% dos juros de financiamentos imobiliários é esperada. De acordo com o Presidente da República, Jair Bolsonaro, a medida preparada pela Caixa Econômica Federal (CEF) deve estimular a geração de emprego no Brasil. 

A mudança representa um reajuste de contratos pela inflação medida através do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Segundo Bolsonaro, a alteração representa um marco na vida dos brasileiros. "A Caixa vai anunciar uma coisa que mudará a vida dos brasileiros. A gente vai mudar a história do crédito imobiliário", comentou. Segundo previsões do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), o IPCA deve fechar em 3,82% em 2019.

Fontes do Palácio do Planalto afirmam que haverá diferentes faixas de financiamento para o setor imobiliário. As taxas de juros irão variar de acordo com o valor do imóvel e o grau de relacionamento do cliente. Aqueles que forem correntistas ou receberem salários na Caixa, por exemplo, terão um custo mais baixo de financiamento.

A taxa atual do financiamento habitacional na Caixa varia entre 8,75% e 9,75% – sem considerar o Minha Casa Minha Vida, que possui as menores taxas no momento. A meta da Caixa é atingir, em um primeiro momento, 150 mil famílias.

A oficialização da mudança deve ser anunciada pelo Presidente Bolsonaro nesta terça-feira (20).