menu

MPPE recomenda adiamento das provas do concurso de Passira

Provas estavam agendadas para 29 de março

Orçamento 2020 do Governo Federal inclui vagas para concursos
MPPE recomenda adiamento das provas do concurso de Passira (Pixabay)

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou à prefeita de Passira, Renya Carla, e à Comissão Especial do Concurso Público que promovam o adiamento das provas do certame que estão agendadas para o dia 29 de março deste ano. No documento, o promotor Ariano Tércio considera o Decreto Estadual que trata de medidas de precaução contra o coronavírus, entre elas, a suspensão de eventos de qualquer natureza com público superior a 50 pessoas. 

O promotor ainda alerta que o descumprimento pode caracterizar crime contra a saúde pública. No Decreto Municipal publicado na última segunda-feira (16), também relacionado ao coronavírus, a prefeitura de Passira informou, em um dos itens estabelecidos, que a Comissão "avaliará a eventual necessidade de mudança da logística da realização das provas marcadas para o dia 29 de março de 2020". A recomendação do adiamento da prova do concurso integra uma lista de determinações apresentadas pela Promotoria de Justiça de Passira.

O promotor também recomenda aos padres, pastores e sociedade em geral que evitem eventos com aglomerações de pessoas; que a prefeita utilize carro de som para orientar os moradores; que os comerciantes sejam notificados dos decretos e sigam as determinações; que a prefeitura ofereça gratuitamente álcool em gel, em especial aos idosos e enfermos; que a prefeitura e a câmara de vereadores adotem providências para evitar a crise econômica; e que o Legislativo suspenda as atividades com participação de público.

Veja o vírus pelo mundo