menu

São João de Petrolina é adiado por causa do novo coronavírus

Verba será direcionada para saúde pública

Prefeito Miguel Coelho fez pronunciamento nas redes sociais
Prefeito Miguel Coelho fez pronunciamento nas redes sociais (Jonas Santos)

O São João de Petrolina, no Sertão pernambucano, será adiado por prazo indeterminado por causa do novo coronavírus. Essa foi uma das medidas anunciadas pelo prefeito Miguel Coelho em um pronunciamento nas redes sociais nessa segunda-feira (23). O gestor ainda anunciou mudanças no transporte público e campanhas de voluntariado e doação de mantimentos.

De acordo com Miguel Coelho, os recursos que estavam previstos para os eventos públicos do primeiro semestre deste ano serão realocados para a saúde pública, principalmente para o combate à transmissão do coronavírus. "Muita gente vinha nos cobrando uma resposta e decidimos adiar enquanto houver situação de emergência. Nosso foco precisa estar todo voltado para essa luta, então, vamos adiar sem previsão e priorizar os investimentos na saúde", explica o prefeito.

Além disso, também foi determinada a diminuição da circulação de ônibus na cidade. O prefeito decretou a suspensão da gratuidade para estudantes e de vale transporte destinado a servidores municipais que não estiverem envolvidos nos serviços essenciais.

Os velórios de Petrolina foram todos suspensos.

O prefeito adiantou a realização de campanhas para serviço voluntário de profissionais de saúde e arrecadação de donativos. O programa Transforma Petrolina começará nesta semana a mobilização para as ações sociais no combate ao coronavírus e assistência a vulneráveis.

Petrolina tem um caso confirmado do novo coronavírus, 14 casos suspeitos e nove descartados.