Covid-19

Pernambuco confirma 129 casos de coronavírus em 24h

Este foi o recorde de resultados liberados em um único dia

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 07/04/2020 às 14:51
NOTÍCIA
Pixabay
FOTO: Pixabay
Leitura:

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) divulgou nesta terça-feira (7) que o estado confirmou mais 129 casos do novo coronavírus (covid-19) nas últimas 24h. Este foi o recorde de resultados liberados em um único dia. Agora, são 352 casos positivos da doença. O número de mortes subiu para 34. Os quatro novos óbitos foram de três homens e duas mulheres, com idades entre 51 e 85 anos.

De acordo com a SES, o aumento nas confirmações demonstra a ampliação da testagem do novo coronavírus no Estado. O Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE) teve 69 testes positivos e os laboratórios privados voltaram a ter capacidade de testagem. Dos resultados positivos do boletim, 60 vieram da rede particular.

Segundo a secretaria, as unidades privadas comunicam o estado sobre a confirmação dos exames realizados em até 24h. Porém, muitos dos laboratórios não processam os exames nos finais de semana, e alguns dos casos confirmados da segunda para a terça estavam acumulados.

Os novos óbitos ocorreram nos dias 3 e 4 de abril.

Veja o perfil dos casos:

1 - Homem de 85 anos, do Recife. Morte no dia 03/04. Era tabagista, cardiopata e teve AVC anteriormente.

2 - Mulher de 68 anos, de Catende. Morte em 04/04. Era cardiopata e tinha hipertensão e diabetes.

3 - Homem de 73 anos, de Macaparana. Morte em 04/04. Era tabagista, hipertenso e diabético.

4 - Homem 51 anos, do Recife. Morte em 04/04. Tinha doença hepática e era transplantado renal.

Outros detalhes sobre o boletim desta terça ainda serão divulgados pelo Governo do Estado.

73% das vagas de UTI ocupadas

Nessa segunda-feira, o secretário estadual de Saúde, André Longo, revelou que 73% das vagas de UTI direcionadas a atendimentos do coronavírus estão ocupadas. "Pernambuco está acelerando a curva epidêmica", disse.

Mais Lidas