menu

Barragem de Sobradinho está com mais de 70% da capacidade

Chuvas dos últimos meses possibilitarão que Baixo São Francisco receba mais água

Reservatório foi beneficiado pelas últimas chuvas da região
Reservatório foi beneficiado pelas últimas chuvas da região (Divulgação/Chesf)

A Barragem de Sobradinho, na Bahia, ultrapassou 70% da capacidade total após as últimas chuvas na região. No dia 1º, a usina hidrelétrica de Sobradinho começou a operar pela primeira vez sem limite máximo para vazão de água liberada em um mês de abril desde 2013. Por causa disto, a região do Baixo São Francisco, que fica entre Alagoas e Sergipe, pode receber mais água.

Em alguns locais como a Ilha do Rodeadouro e a Ilha do Fogo, entre as cidades de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), os moradores já relatam que os balneários estão cobertos pelas águas do Velho Chico.

Esta também é a primeira vez que o maior reservatório da bacia do Rio São Francisco entra na faixa de operação Normal desde 1º de maio de 2019, quando as atuais regras operativas das barragens das principais hidrelétricas da bacia entraram em vigor. Em 31 de março, a barragem acumulava 73,98% de seu volume útil.

A resolução nº 2.081/2017 da Agência Nacional de Águas (ANA) diz que Sobradinho tem três faixas de operação: Normal (quando o volume útil está acima de 60% até 100%); Atenção (acima de 20% até 60%); e Restrição (até 20%). Na faixa de operação Normal, a defluência mínima média diária é de 1.100 m³/s na hidrelétrica de Xingó (AL/SE) e de 800 m³/s em Sobradinho. Ambos os reservatórios ficam liberados de um teto para liberação de água.

De acordo com o diretor de operações da Chesf, João Henrique Franklin, choveu muito neste último período úmido. "Nesse último ciclo que começou em novembro de 2019 e está encerrando em maio de 2020 nós não podemos reclamar, foi um período de muita chuva, o que possibilitou acumulação", destacou. A última vez que o reservatório ultrapassou 80% foi em 2012.

Outro reservatório que teve uma recuperação expressiva no armazenamento foi o de Três Marias (MG), que operava com 99,77% do volume útil em 29 de março. Por causa disto, a hidrelétrica precisou abrir os vertedouros em março.

O ambientalista Victor Flores comemora as boas notícias: "Isso tudo traz uma satisfação enorme para o nordestino, para o povo do semiárido, para ver o rio cheio novamente". Para ele, porém, é preciso ficar alerta com relação à qualidade da água que está chegando em Três Marias, já que o rio de lá é um dos principais afluentes do São Francisco.

Rio São Francisco

O Velho Chico nasce na Serra da Canastra, em Minas Gerais, e chega à sua foz, no Oceano Atlântico, entre Alagoas e Sergipe, percorrendo cerca de 2.800km. O curso d'água passa por Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

O São Francisco é o rio 100% nacional com maior extensão. A bacia possui 503 municípios e engloba parte do Semiárido, que corresponde a aproximadamente 58% desta região hidrográfica, que está dividida em quatro unidades: Alto, Médio, Submédio e Baixo São Francisco.