Boletim

Caruaru tem 267 casos confirmados da covid-19, com 25 óbitos

Resultados de testes rápidos foram incluídos no boletim da Secretaria de Saúde

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 20/05/2020 às 11:23
NOTÍCIA
Pixabay
FOTO: Pixabay
Leitura:

A cidade de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, tem 267 casos confirmados do novo coronavírus (covid-19), de acordo com boletim divulgado na noite dessa terça-feira (19). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o número cresceu muito com relação ao dia anterior porque foram adicionados à conta os resultados dos testes rápidos, que eram realizados desde o fim de abril em profissionais de saúde e da segurança, e por indicação médica da rede municipal de saúde.

Casa dos Pobres: 12 idosos estão internados em hospital de Caruaru

Pernambuco recebe mais 35 respiradores para hospitais na capital e interior

De acordo com a secretaria, desde a chegada do novo coronavírus à cidade, foram realizados 1.204 testes, entre rápidos e moleculares. Dos casos confirmados, 176 foram através de testes moleculares e 91 dos rápidos. Vinte destes pacientes estão em isolamento domiciliar, 26 estão internados em hospitais da cidade, 25 morreram e 196 estão recuperados da doença. Além disto, há 253 casos em investigação, incluindo cinco óbitos, e 684 foram descartados.

Das 25 pessoas que morreram em decorrência da covid-19 na cidade, quatro foram confirmadas no boletim dessa terça, dia em que saiu o resultado do exame. Foram pacientes de 48 anos (sem comorbidades), 50 anos (hipertenso), 74 anos (sem comorbidades) e 79 anos (com comorbidades).

A Secretaria de Saúde informou que os números dos testes rápidos só foram incluídos no boletim da terça porque a pasta aguardava um ajuste no sistema de notificação do Ministério da Saúde para a liberação. A secretaria disse ainda que os testes rápidos são utilizados em casos leves, com supervisão da Vigilância Epidemiológica e recomendação médica. A maioria dos 91 positivos cujo diagnóstico foi dado pelos testes rápidos está recuperado ou na fase final de recuperação, ainda de acordo com a pasta.

Como funcionam os testes rápidos?

De acordo com o Ministério da Saúde, o teste rápido é indicado apenas entre o sétimo e décimo dia do início dos sintomas e não é recomendado para uso em toda a população, já que não consegue diagnosticar o início da doença. Coleta-se uma gota de sangue (da mesma forma que é feita para verificar a taxa de açúcar), e a partir dela é possível detectar a presença de anticorpos IgG e IgM, defesas produzidas pelo corpo contra o vírus SARS-CoV-2, que causa a Covid-19.

Os resultados saem dentro de 15 a 30 minutos. Ainda segundo o ministério, este tipo de teste possui algumas limitações, uma vez que resultados negativos não excluem a infecção por SARS-CoV-2.

Teste molecular (RT-PCR)

O teste de biologia molecular identifica o vírus logo no início, no período em que ainda está agindo no organismo. Estes são utilizados nos Laboratórios Centrais de Saúde Pública (Lacen). As pessoas com síndrome respiratória aguda grave estão sendo testadas a partir de protocolos já estabelecidos.

Mais Lidas