menu

Ministério da Economia lança canal para registrar denúncias trabalhistas

Trabalhadores podem usar ferramenta para registrar irregularidades no trabalho e fazer reclamações

Pesquisa aponta crescimento do trabalho informal entre as mulheres
Ministério da Economia lança canal para registrar denúncias trabalhistas (Reprodução / Internet)

O Ministério da Economia lançou um canal virtual para registrar denúncias trabalhistas. O objetivo desse canal é que a pessoa não precise ir até uma das superintendências regionais do Trabalho do Ministério da Economia para fazer a denúncia, de modo a evitar aglomerações por causa da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Os trabalhadores podem usar a ferramenta para denunciar, registrar irregularidades no trabalho e fazer reclamações.
Segundo a Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, os servidores que trabalhavam presencialmente trabalharão com outras atividades.

Para fazer a denúncia, a pessoa deve cadastrar o CPF e uma senha na área de acesso ao portal. Os dados de quem está denunciando são sigilosos. O tempo de realização de uma denúncia é estimado em aproximadamente 15 minutos.

Trabalho análogo ao de escravo

Não é preciso se identificar para denunciar casos de trabalho análogo ao de escravo. A denúncia deve ser feita pelo Sistema Ipê, também no portal.