Covid-19

Veja quais devem ser os protocolos de higiene nos estabelecimentos comerciais em Pernambuco

Governo estadual divulgou protocolos que devem ser seguidos para diminuir o risco de transmissão do coronavírus

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 02/06/2020 às 12:36
NOTÍCIA
Marcello Casal Jr./Agência Brasil
FOTO: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Leitura:

O Governo de Pernambuco divulgou nessa segunda-feira (1º) um plano que determina a retomada gradual das atividades econômicas no Estado. Segundo esse plano, é necessário que os estabelecimentos comerciais sigam protocolos de higiene para que possam reabrir de maneira segura durante essa época de pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Os protocolos devem ser seguidos por profissionais e clientes e foram divididos em três eixos, são eles: distanciamento social, higiene e monitoramento e comunicação. Dentre as medidas de distanciamento social estão manter de distância de 1,5 metro entre as pessoas, clientes, demarcar no chão o espaço das filas, escalonar o horário de refeição dos funcionários.

O protocolo de higiene inclui a permissão de pessoas apenas se estiverem usando máscara de proteção, higienizar equipamentos que precisem ser compartilhados e privilegiar a ventilação natural dos ambientes.

Veja os protocolos

Distanciamento Social

- Manter pelo menos 1,5 metro de distância entre colaboradores, clientes e indivíduos em geral;
- Escalonar intervalo de horário de refeição, de modo a evitar aglomeração;
- Evitar o compartilhamento de utensílios de uso pessoal, equipamentos e ferramentas de trabalho como canetas, telefone celular, trenas, espátulas, entre outros;
- Organizar a equipe em grupos ou equipes de trabalho para facilitar a interação reduzida entre os grupos.;
- Os trabalhadores pertencentes ao grupo de risco (com mais de 60 anos ou com comorbidades de risco, de acordo com o Ministério da Saúde) devem ser objeto de atenção especial, priorizando sua permanência na própria residência em teletrabalho ou trabalho remoto;
- Evitar contatos muito próximos, como apertos de mãos, beijos e abraços;
- Demarcar no chão o espaço nas filas, de modo a garantir a distância mínima de um metro e meio entre os clientes;
- Instituir uma barreira física de proteção entre cliente e atendente. Quando não for possível, demarcar no chão o espaçamento entre o cliente e o balcão, de modo a manter uma distância mínima entre cliente e atendente;

Higiene

- Permitir apenas a entrada de pessoas utilizando máscaras no estabelecimento
- Fornecer máscaras faciais para todos os trabalhadores e colaboradores
- Garantir que funcionários higienizem frequentemente as mãos com água e sabão ou álcool 70%
- O álcool 70% para limpar as mãos é obrigatório para clientes ao entrar e sair do local
- Disponibilizar local para lavagem frequente das mãos, com sabonete líquido e toalhas de papel descartável ou disponibilizar álcool 70%
- Reforçar a limpeza das superfícies mais tocadas pelo menos 3x ao dia
- Aumentar a limpeza dos banheiros, instalações, áreas e superfícies comuns
- Higienizar grandes superfícies com sanitizante, contendo cloro ativo, solução de hipoclorito a 1%, sal de amônio quaternário ou produtos similares de mesmo efeito higienizador
- Não permitir o compartilhamento de copos, garrafas ou talheres
- Privilegiar a ventilação natural nos locais de trabalho

Monitoramento e Comunicação

- Identificar funções que podem realizar as atividades por meio de teletrabalho ou trabalho remoto;
- Manter, sempre que possível, em trabalho remoto os profissionais enquadrados nos grupos de risco;
- Informar aos colaboradores que devem ficar em caso se apresentarem os sintomas do coronavírus.
- Se um trabalhador for diagnosticado com coronavírus, deve ser realizada a busca ativa dos trabalhadores que tiveram contato com ele e comunicá-los;

Veja o Plano de Monitoramento e Convivência completo:

 

Coronavírus em Pernambuco

Mais Lidas