Tragédia

Campanha ajuda menina de 6 anos que perdeu pais e irmãs em incêndio

Ela estava com os avós no momento do fogo

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 03/06/2020 às 10:30
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

Uma campanha solidária está sendo realizada para ajudar uma menina de seis anos que perdeu os pais e as irmãs em um incêndio na noite do último domingo (1º) em Bezerros, no Agreste de Pernambuco.

Maria Eduarda estava na casa dos avós quando o imóvel em que ela morava pegou fogo. A mãe dela, Wenia Oliveira, 24 anos, o padrasto, Carlos Pereira, 25, e as duas irmãs mais novas, de três meses e dois anos, não resistiram e morreram após inalar fumaça. Além de perder a família, Maria Eduarda perdeu as roupas, os brinquedos e outros objetos. Os móveis da casa ficaram destruídos.

Pai e avô das vítimas, Heleno Oliveira não consegue esquecer do momento em que foi buscar a neta Eduarda na casa da filha. Heleno conta que a irmãzinha dela pediu para ir junto, mas a mãe das crianças disse que se encontraria com eles no dia seguinte. "Ela ficou no maior choro, aí isso está me machucando muito também", lamentou.

Mãe de Wenia e avó das vítimas, Zélia Oliveira conta que o momento é difícil. "Foi uma perda que nós nunca esperávamos. A gente não tem nem palavras para o que aconteceu. Eu falei com ela pela última vez de 22h e quando foi umas 23h40 a comadre dela chegou aqui dizendo que eles já estavam mortos", relembrou.

Doações

A criança já recebeu uma bolsa de estudos em uma escola particular de Bezerros, uma bolsa em um curso de inglês e em uma escola de karatê. Eduarda sabe que nada vai trazer de volta a família, mas com a inocência de criança, pede uma moto eletrônica e um patinete para tornar os dias que virão um pouco mais coloridos. Quem quiser ajudar de alguma forma pode entrar em contato com os avós através do número (81) 99155.4172.

O Conselho Tutelar informou que uma equipe do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) irá realizar uma visita domiciliar na casa da família para avaliar as necessidades e planejar o início de um acompanhamento psicossocial.

Veja na reportagem do "TV Jornal Notícias", da TV Jornal Interior:

Mais Lidas