Balanço

Caruaru tem 911 casos confirmados e 60 mortos pelo novo coronavírus

Balanço das ações de combate à pandemia foi apresentado pela prefeitura

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 08/06/2020 às 11:37
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

O número de casos confirmados da covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, subiu para 911 em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, de acordo com os dados do boletim desse domingo (7) divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. A quantidade de mortos é de 60, desde o início da pandemia.

No total, foram realizados 3.343 testes na cidade, entre moleculares e rápidos. Outros 201 casos estão em investigação (incluindo três óbitos) e 2.231 foram descartados. A prefeitura acompanha ainda 5.813 pessoas com síndrome gripal. De acordo com o secretário de Saúde, Francisco Santos, este levantamento é importante para prever a necessidade de utilização da rede de saúde.

Coronavírus: Caruaru tem potencial de propagação da doença parecido com o de capitais

Covid-19: Pernambuco confirma 463 novos casos nas últimas 24h

Em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (8), a prefeitura apresentou o balanço das ações realizadas no combate à covid-19. Francisco Santos afirmou que o Hospital Municipal Manoel Afonso, que está atendendo pacientes suspeitos e confirmados da covid-19, irá receber mais 10 leitos nos próximos dias para atender a população. De acordo com ele, a fila para leitos reduziu na última semana, mas mesmo assim, é preciso cautela. "Não tem brecha nenhuma, a gente continua com a utilização de todos os leitos".

A prefeitura também apresentou os números de algumas ações realizadas no município. De 23 de março a 4 de junho, as barreiras sanitárias abordaram 103.944 veículos, entre carros, motos, vans e ônibus. Ao todo, 477.021 pessoas foram alcançadas. Destas, 23.811 eram vulneráveis ao vírus: idosos (58%), crianças (39%) e gestantes (3%).

A prefeitura informou ainda que, seguindo a tendência nacional, o isolamento social caiu em Caruaru. Na última semana, o índice médio de isolamento da população estava em 41,7%. A gestão continua orientando que as pessoas só saiam de casa quando necessário.

Recursos públicos

A prefeita, Raquel Lyra, informou que até o momento o município recebeu R$ 4,2 milhões para utilizar no combate à covid-19, dos quais R$ 4 milhões foram destinados ao pagamento de pessoal da UPA Respiratória, do Hospital Manoel Afonso, o custeio de equipamentos e insumos, como máscaras, respiradores e medicamentos, entre outros.

Raquel Lyra informou ainda que que os R$ 34 milhões do Governo Federal ainda não chegaram. Ela afirmou que o valor será dividido em quatro parcelas para recompor parte do caixa do município devido à queda na arrecadação. Em abril, a prefeitura deixou de arrecadar cerca de R$ 7 milhões e em maio, R$ 10 milhões.

Reabertura das atividades econômicas

A prefeita de Caruaru informou também que a gestão seguirá o decreto do governo estadual que prevê a reabertura das atividades econômicas de forma gradual. A partir desta segunda-feira (8), podem funcionar a construção civil (50% dos funcionários); o comércio atacadista (seguindo novos protocolos) e os shoppings centers e centros comerciais (nos modelos drive thru e delivery).

A partir da quarta (10), poderão voltar a funcionar consultórios, ambulatórios de profissionais de saúde, serviço de apoio diagnóstico e terapêuticos e óticas, todos seguindo novos protocolos.

As atividades autorizadas a funcionar deverão atender a algumas regras como: manter 1,5 metro de distância entre as pessoas; manter barreira física de proteção entre cliente e atendente; usar máscaras no estabelecimento; estimular a lavagem frequente das mãos com água e sabão ou álcool em gel 70%; reforçar a limpeza e desinfecção das superfícies mais tocadas.

Também será preciso monitorar a temperatura corporal e sintomas gripais dos trabalhadores; encaminhar o colaborador que apresentar sintomas da covid-19 para casa ou para atendimento médico (com a realização de testagem quando possível); e afixar em local visível informações sobre as medidas de prevenção contra a covid-19.

Mais Lidas