menu

Secretária de Vigilância em Saúde alerta para casos de dengue em Petrolina

Segundo Marlene Leandro, as pessoas não devem descuidar da dengue mesmo durante a pandemia do coronavírus

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde menina morre suspeita de Dengue.
Segundo a Secretaria Municipal de Saúde menina morre suspeita de Dengue. (Divulgação/Agência Brasil)

Além da pandemia do novo coronavírus (covid-19), a dengue também está preocupando os moradores de Petrolina, no Sertão pernambucano. Foram confirmados 55 casos de dengue e mais de 1.200 notificações. Zika são dois casos confirmados, com mais de 160 notificações, além da Chikungunya, que tem um caso confirmado, com 150 notificações.

Em entrevista à Rádio Jornal Petrolina, a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Marlene Leandro, alertou para que as pessoas não descuidem das arboviroses mesmo durante a época de pandemia do coronavírus. Os agentes de endemias continuaram trabalhando no município fazendo as vistorias.

"As ações não pararam por causa da pandemia. Os agentes continuaram com sua ações. A diferença é que eles não estavam mais adentrando as casas", explicou ela.

Segundo a secretária executiva, as pessoas devem continuar eliminando os possíveis focos do mosquito da dengue dentro de casa e não descuidar do problema. "Às vezes, as pessoas tem um entendimento equivocado sobre o papel do agente de endemia. As pessoas precisam ter a consciência que a sua caixa d'água deve ser lavada a cada seis meses, manter o seu quintal limpo, seu jardim limpo. Cada um tem que fazer a sua parte.O agente de endemias faz a vistoria em locais que não pode ser feita a eliminação mecânica", completa ela.

Ouça a entrevista: