Liberação

Beneficiários do Bolsa Família recebem 3ª parcela do auxílio emergencial nesta quarta

Veja quem recebe o dinheiro nesta quarta-feira

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 24/06/2020 às 7:02
NOTÍCIA
Tião Siqueira / JC Imagem
FOTO: Tião Siqueira / JC Imagem
Leitura:

Mais uma leva de beneficiários do programa Bolsa Família recebem a terceira parcela do auxílio emergencial nesta quarta-feira (24). Os contemplados são aqueles com Número de Identificação Social (NIS) final 6. O calendário da 3ª parcela do auxílio emergencial do Bolsa Família começou no dia 17 de junho e vai até 30 de junho.

As pessoas que cumprem os critérios do programa e já estavam inscritas no Cadastro Único até o dia 20 de março deste ano recebem o benefício automaticamente. Os beneficiários do Bolsa Família também não precisam se cadastrar e têm o valor que recebem mensalmente substituído pelo do auxílio emergencial quando for mais vantajoso.

Beneficiários poderão ter parcela do auxílio emergencial cortada; entenda

Confira o calendário do Bolsa Família:

NIS finalizado em 1: 17 de junho
NIS finalizado em 2: 18 de junho
NIS finalizado em 3: 19 de junho
NIS finalizado em 4: 22 de junho
NIS finalizado em 5: 23 de junho
NIS finalizado em 6: 24 de junho
NIS finalizado em 7: 25 de junho
NIS finalizado em 8: 26 de junho
NIS finalizado em 9: 29 de junho
NIS finalizado em 0: 30 de junho

Outros beneficiários

Os beneficiários do auxílio emergencial que não fazem parte do Bolsa Família continuam aguardando o calendário da terceira parcela. O Ministério da Cidadania informou que o cronograma será divulgado nesta semana. Porém, a data ainda não foi definida. A ideia é que o calendário siga o formato da segunda parcela, ou seja, os beneficiários receberão de acordo com o mês de aniversário.

Beneficiários podem ter parcela cortada

O Ministério da Cidadania anunciou que os beneficiários do auxílio emergencial terão que passar por uma nova análise a cada novo pagamento. Serão consideradas as novas informações sobre o beneficiário inseridas na base de dados. Portanto, receber a primeira parcela do auxílio não será garantia de receber as próximas parcelas.

Se o auxílio for cortado, a pessoa receberá um alerta no aplicativo: "Seu cadastro foi identificado com indícios de desconformidades com a Lei 13.982/2020 e está sendo reavaliado. Motivo: Requerente com indício de inconformidade com a legislação do Auxílio Emergencial".

Mais Lidas