menu

Calendário da terceira parcela do auxílio emergencial deve ser semelhante ao da segunda

Beneficiários ainda estão aguardando divulgação do cronograma

A Caixa paga a 2º parcela para quem recebeu a 1º até o dia 30 de abril. Os que foram aprovados recentemente ainda recebem a 1º
Calendário da terceira parcela do auxílio emergencial deve ser semelhante ao da segunda (Jailton Júnior/JC Imagem)

O calendário da terceira parcela do auxílio emergencial ainda será divulgado. De acordo com o Ministério da Cidadania, a nova parcela deve ser divulgada nesta semana. O pagamento deve ser pelo mês de aniversário do beneficiário, como estavam sendo organizados os cronogramas anteriores.

O auxílio está sendo pago aos desempregados, trabalhadores sem carteira assinada, autônomos, MEIs por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Sem calendário da 3ª parcela do auxílio emergencial, beneficiários já estão há um mês sem receber

> Beneficiários poderão ter parcela do auxílio emergencial cortada; entenda

Os beneficiários do programa Bolsa Família já estão recebendo a terceira parcela. As datas do pagamento do auxílio emergencial são diferentes para pessoas que já eram inscritas no Bolsa Família. Para poder receber o auxílio, o beneficiário do programa Bolsa Família deve preencher os requisitos.

A Caixa Econômica Federal está liberando nesta terça-feira (23) o pagamento da terceira parcela para beneficiários do programa Bolsa Família cujo NIS é finalizado em 5.

Os beneficiários com NIS terminados em 1, 2, 3 e 4 já tiveram o auxílio liberado.

> Bolsonaro diz que governo não aguenta mais duas parcelas de R$ 600 do auxílio emergencial

> Veja se você pode receber o auxílio emergencial nesta terça

Veja calendário de pagamento dos beneficiários do Bolsa Família

NIS finalizado em 1: 17 de junho
NIS finalizado em 2: 18 de junho
NIS finalizado em 3: 19 de junho
NIS finalizado em 4: 22 de junho
NIS finalizado em 5: 23 de junho
NIS finalizado em 6: 24 de junho
NIS finalizado em 7: 25 de junho
NIS finalizado em 8: 26 de junho
NIS finalizado em 9: 29 de junho
NIS finalizado em 0: 30 de junho

Bolsonaro diz que governo não aguenta mais duas parcelas de R$ 600 do auxílio

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), afirmou nessa segunda-feira (22) que o Governo Federal não aguenta pagar duas parcelas extras do auxílio emergencial de R$ 600. Em entrevista ao canal Agro+, da Band TV, Bolsonaro disse que o ministro da Economia, Paulo Guedes, decidiu pagar a quarta e a quinta parcelas, mas que falta acertar o valor: "A União não aguenta outro com esse mesmo montante".