Retomada

Protocolo para reabertura das academias em Pernambuco é aprovado

Ainda não foi definida a data de reabertura dos estabelecimentos

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 08/07/2020 às 11:37
NOTÍCIA
JAILTON JR./JC IMAGEM
FOTO: JAILTON JR./JC IMAGEM
Leitura:

Os Governos de Pernambuco e do Recife se reuniram virtualmente com representantes do Sindicato das Academias, Associação Brasileira de Academias e o Conselho Regional de Educação Física de Pernambuco e governo do Recife e Estado para ajustar o protocolo de reabertura das academias.

O protocolo oficial será divulgado em breve, mas ainda não foi definida uma data para reabrir os estabelecimentos.

Saiba quais os pontos do protocolo serão corrigidos

Capacidade máxima

Foi aprovado o espaço de 10 metros quadrados por alunos. Então, para calcular a capacidade máxima de pessoas permitida ao mesmo tempo no local, é preciso dividir a metragem do imóvel por 10 metros quadrados. O valor anterior era de 6,25 metros quadrados por aluno, recomendado pela ACAD.

Aulas coletivas

As aulas poderão funcionar com no máximo 10 pessoas por sala, respeitando o distanciamento mínimo.

Alunos deverão trazer materiais

Os materiais de superfície porosa (como colchonetes e esteiras para yoga) deverão ser trazidos pelos alunos para poder participar da aula.

O protocolo também prevê o uso obrigatório de máscara de proteção, medição de temperatura das pessoas, distanciamento entre aparelhos e reforço da limpeza.

*Com informações da Coluna Vida Fit, JC

Depois de protestos de empresários e profissionais de educação física, o governo de Pernambuco anunciou que a reabertura de academias no Recife será antecipada.

A retomada deve ocorrer no próximo dia 13 de julho ou no dia 20, dependendo do número de casos do coronavírus em Pernambuco.

Uma reunião foi realizada entre representantes do setor e o secretário-executivo de Articulação e Acompanhamento, Eduardo Figueiredo para dialogar sobre a reabertura das academias. Segundo o presidente do Conselho Regional de Educação Física (Cref-PE), Lúcio Beltrão, o governo disse que os estabelecimentos estão agora na sexta etapa.

Mais Lidas