menu

Reabertura de feiras do Polo de Confecções ocorrerá na etapa 7 do plano de convivência

Secretário informou que datas da reabertura de cada setor dependem da análise dos casos de covid-19

Grande movimentação na feira da Sulanca
Grande movimentação na feira da Sulanca, em Caruaru (Renata Araújo/TV Jornal Interior)

A retomada das feiras do Polo de Confecções do Agreste de Pernambuco deverá ocorrer apenas na etapa sete do Plano de Convivência com a Covid-19, elaborado pelo governo do estado.

A informação foi divulgada nessa quinta-feira (23) pelo secretário de desenvolvimento econômico, Bruno Schwambach. De acordo com ele, as datas específicas da reabertura de cada setor dependem da análise dos casos de coronavírus que é feita semanalmente para acompanhar o vírus no estado.

Representantes do Polo de Confecções pedem reabertura das feiras em audiência

"A gente tem uma previsão de que o Polo de Confecções volte na etapa 7. A região do Agreste ainda está na etapa 4, então nós temos mais duas etapas importantes. Dentro do nosso plano de convivência, que são em 11 etapas, a gente coloca a atividade dentro de uma etapa, mas as datas específicas vão depender da análise semanal que nós fizemos no comitê. Essa semana ainda estamos finalizando as análises para determinar em que etapa cada região vai ficar a partir da semana que vem", explicou o secretário.

A suspensão da realização das feiras foi uma das medidas tomadas para diminuir o risco de transmissão do coronavírus.

*Informações da Rádio Jornal Caruaru

Plano Sulanca

A Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, apresentou na segunda-feira (20) o plano de ação e operacionalização da Feira da Sulanca. As medidas começarão a ser tomadas assim que o funcionamento da feira for liberado pelo Governo do Estado. Ainda não há data para isto ocorrer. A Sulanca está sem funcionar desde 16 de março.