Economia

Feiras do Polo de Confecções do Agreste voltam a funcionar na próxima segunda-feira

Medida foi anunciada na tarde desta quinta-feira pelo Governo de Pernambuco

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 06/08/2020 às 17:04
NOTÍCIA
Reprodução/YouTube
FOTO: Reprodução/YouTube
Leitura:

As feiras do Polo de Confecções do Agreste de Pernambuco serão autorizadas a funcionar a partir da próxima segunda-feira (10). A medida é válida para Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e cidades vizinhas.

O secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Bruno Schwambach, informou que o governo irá publicar um novo decreto autorizando a reabertura das feiras, mas irá delegar aos prefeitos dos municípios a regulamentação do retorno das atividades.

Quarentena mais rígida começa nesta sexta-feira em Araripina e Ouricuri, no Sertão

O secretário informou que o assunto já foi acordado com os gestores municipais, e que eles devem "estabelecer os protocolos, sempre obedecendo os três eixos de distanciamento social, higiene e comunicação e monitoramento, para que a gente volte a dar oportunidade a uma região tão importante para o Estado de Pernambuco". Bruno Schwambach também pediu o apoio dos feirantes e clientes para cumprir as medidas de prevenção contra a covid-19.

Apesar da liberação das feiras, a 2ª Macrorregião de Saúde, que compreende o Agreste, ainda não avançará para a sétima etapa do plano de reabertura econômica. As cidades das áreas de Caruaru e Garanhuns continuam na sexta etapa, com a novidade da reabertura das feiras de confecções.

Mesmo sem autorização, as feiras já estavam acontecendo de forma irregular nas segundas, tanto em Caruaru como em Santa Cruz do Capibaribe. Uma grande movimentação de pessoas foi vista semanalmente, comercializando mercadorias em malas de carros e calçadas, nas proximidades do Parque 18 de Maio e do Moda Center Santa Cruz, respectivamente.

Outras regiões

A 1ª Macrorregião de Saúde, que inclui a Região Metropolitana do Recife (RMR), Zona da Mata e algumas cidades do Agreste Setentrional avançam para a sétima etapa, que prevê a ampliação do horário de bares, restaurantes e outros serviços de alimentação, que poderão funcionar das 6h às 22h, e dos centros comerciais e shoppings, que também poderão funcionar até 22h.

A 3ª Macrorregião, que têm como cidades polo Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada avança para a etapa 6, com a autorização de reabrir bares e restaurantes e academias de ginástica.

Na 4ª Macrorregião, algumas cidades irão avançar no plano e outras não. As Gerências Regionais de Saúde 7 e 8, que têm como cidades sede Salgueiro e Petrolina, vão avançar para a etapa 5 do plano, com a liberação dos serviços de escritório (50% da capacidade) e 100% da capacidade do comércio de veículos e locadoras.

A 9ª Geres, que tem como cidade sede Ouricuri, ficará na quarta etapa do plano. Apesar disto, a própria Ouricuri e a cidade de Araripina passarão por uma quarentena mais rígida, de 10 dias. Apenas as atividades essenciais serão autorizadas a funcionar.

"Os novos avanços são conquista de todos, fruto de nossas atitudes enquanto sociedade", comentou o secretário estadual de Saúde, André Longo, que também fez um alerta: "Não podemos interpretar o avanço como salvo-conduto para sair às ruas sem cuidado e sem prevenção".

Mais Lidas