Merenda escolar

Saiba como vai funcionar o cartão alimentação da Prefeitura de Caruaru

Após problemas, gestão decidiu mudar o formato de fornecimento da merenda

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 06/08/2020 às 11:57
NOTÍCIA
Jorge Farias/Prefeitura de Caruaru
FOTO: Jorge Farias/Prefeitura de Caruaru
Leitura:

A Prefeitura de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, decidiu mudar o formato de fornecimento da merenda escolar aos alunos da rede municipal de ensino durante a suspensão das aulas motivada pela pandemia da covid-19. A entrega será feita através de um cartão alimentação. Desde o início da pandemia, a gestão distribui kits alimentares para os estudantes.

Porém, houve vários relatos de problemas, como o atraso nas entregas. Além disto, um decreto municipal previa que a família com dois ou mais alunos na rede pública só receberia dois kits, independente do número exato de filhos matriculados. Após decisão judicial motivada por uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a gestão decidiu entregar um kit por aluno.

Agora, a merenda será fornecida através de um cartão alimentação, com crédito de R$ 40 por aluno matriculado. Os pais e responsáveis poderão utilizar o valor para comprar os itens necessários para os estudantes. Eles receberão uma lista com os estabelecimentos credenciados para a compra dos alimentos.

O novo processo licitatório para garantir os próximos kits alimentares deve terminar nos próximos 15 dias, e após a finalização dos trâmites necessários, a Secretaria de Educação informará o calendário de entrega dos cartões.

O secretário de Educação, Henrique Oliveira, revelou que o sistema de cartão alimentar já é realizado "com sucesso" pelo Governo do Estado e alguns municípios. "A logística de distribuição é muito mais rápida, a gente acredita que em três, quatro dias consiga entregar todos os cartões da rede, diferentemente dos kits alimentares, que diante da quantidade de escolas e de alunos e até do próprio peso do kit, demora de fornecimento, a gente demorava muito mais do que gostaria de cumprir. Para evitar este tipo de transtorno, a gente está optando pelo cartão", explicou.

De acordo com o secretário, o valor do cartão foi estabelecido através de uma pesquisa no mercado local. O cálculo é feito por estudante e não para toda a família, uma vez que o objetivo do kit é substituir o que a criança comeria na escola. Portanto, os alimentos são equivalentes a 20 dias letivos. O secretário disse ainda que a previsão inicial é de que sejam efetuadas três recargas. "Se a pandemia arrefecer e as aulas retornarem, a gente vai voltar com a merenda normal", esclareceu.

Entrega de kits

A entrega dos kits no formato anterior está sendo finalizada esta semana. A partir desta quinta (6), a Secretaria de Educação faz as entregas das escolas Deputada Cristina Tavares; Professor Leudo Valença e Professora Margarida Miranda. A entrega será das 9h às 16h, e os pais e/ou responsáveis devem seguir as recomendações da direção da escola com relação ao horário e as medidas de segurança para prevenção da covid-19.

Os pais e responsáveis que não conseguiram comparecer esta semana nas unidades escolares poderão pegar os kits no sábado (8). Os que não puderam comparecer neste período podem buscar o kit alimentar na Secretaria de Educação de Caruaru.

Mais Lidas