Tecnologia

Sistema do Google transforma celulares em detectores de terremotos

Novo sistema funciona baseado em sensores de movimento dos aparelhos

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 12/08/2020 às 9:58
NOTÍCIA
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
FOTO: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Leitura:

O Google anunciou, nessa terça-feira (11), que colocou em funcionamento um sistema de alerta de terremotos no celulares Android. Usuários de qualquer parte do mundo podem permitir que seus smartphones façam parte de uma rede de detecção de abalos sísmicos.

“Vimos uma oportunidade de usar o sistema operacional para proporcionar às pessoas informação sísmica rápida de ajuda quando realizam uma busca, como um alerta de alguns segundos para que elas e seus entes queridos se mantenham a salvo se necessário”, explicou o principal engenheiro programador do Android, Marc Stogaitis.

O sistema funciona baseado em pequenos sensores de movimento dos aparelhos celulares. Eles podem detectar sacudidas causadas por um terremoto. Segundo o Google, os celulares que detectarem um possível abalo podem enviar de maneira automática um sinal para o centro de dados.

“Isso significa que seu telefone Android pode ser um minisismógrafo, unindo-se a milhões de outros telefones Android mundo afora para formar a maior rede de detecção de terremotos do planeta”, conta o engenheiro.

Mais Lidas