Retomada

Movimento é grande mais uma vez na Feira da Sulanca de Caruaru na 2ª semana após liberação

Expectativa é que o público seja ainda maior nesta segunda

Marília Pessoa
Marília Pessoa
Publicado em 17/08/2020 às 8:28
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

A feira da Sulanca em Caruaru, no Agreste pernambucano, está sendo realizada mais uma vez nesta segunda-feira (17), após a liberação oficial do governo de Pernambuco. Muitas pessoas circulam pelo Parque 18 de Maio e a expectativa é que o público seja ainda maior essa semana.

Porém, uma preocupação das autoridades é que muitas pessoas estão descumprindo os protocolos de saúde e as medidas de prevenção contra o coronavírus. Continua ocorrendo aglomeração e há pessoas que não usam máscara de proteção.

O secretário de Serviços Públicos, Ítalo Farias, pediu que a população que respeite os protocolos de saúde para diminuir os riscos de transmissão do covid-19.

> Saiba o horário de funcionamento das feiras de Caruaru, Santa Cruz e Toritama

"Como é que a população deve fazer para minimizar o contágio e a disseminação da covid-19? A utilização de máscaras, higienização das mãos, evitar contato físico, ser rápido e objetivo durante a passagem na feira, para que a gente possa minimizar o contágio", disse, em entrevista à Rádio Jornal Caruaru.

Segundo o secretário, os feirantes e compradores devem seguir as normas adequadamente para que os contágios da doença não aumentem: "Obviamente a prefeitura tem as obrigações dela dentro do protocolo, os comerciantes também tem as obrigações, os excursionistas que vem para Caruaru trazendo os turistas e os compradores também terão os protocolos a serem seguidos para a gente minimizar esse risco de contágio".

Funcionamento

A Feira da Sulanca funciona das 4h às 12h, às segundas-feiras. Os acessos ao Parque 18 de Maio estão sendo controlados por equipes da prefeitura, que fazem a conscientização de compradores e clientes e o monitoramento da covid-19. A área da Brasilit está sendo cercada por disciplinadores, concentrando os acessos em 10 portões monitorados. O objetivo é que os compradores só tenham acesso à feira após a aferição da temperatura.

Além disto, os ônibus que chegam à feira precisam apresentar o guia de transporte de passageiros com identificação, além de também aferir a temperatura. A prefeitura disponibilizou estruturas com lavabos para a higienização das mãos. O uso de máscaras é obrigatório.

Mais Lidas