Colisão

Após acidente que matou três motociclistas, vereador é autuado por homicídio culposo e lesão corporal

Momento da colisão foi registrado em vídeo

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 24/08/2020 às 15:58
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

O vereador de Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco, Pedro Marconi de Souza Barros (PTC), foi autuado por homicídio culposo e lesão corporal após o acidente que vitimou três motociclistas e deixou outros cinco feridos na PE-96, em Água Preta, na Zona da Mata Sul de Pernambuco.

"Eu decidi por autuar ele por homicídio culposo na direção de veículo automotor, que dá uma pena de dois a quatro anos, e por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor, já se chega a uma pena de dois anos. Somando as duas penas, a princípio, são o máximo de seis anos de pena", explicou a delegada Juliana Bernart.

Vídeo mostra momento em que vereador bateu e matou motociclistas na Mata Sul de Pernambuco

O vereador dirigia uma caminhonete e colidiu frontalmente com o grupo de motociclistas. A equipe chama-se Esquadrão do Asfalto, e é formada por condutores de Recife e Maceió. Eles costumam sair em comboio fazendo passeios em estados da região. Nesse domingo, cerca de 30 deles seguiam para Maragogi (AL), para participar de uma ação solidária, quando aconteceu o acidente.

Três deles morreram no local e outros cinco ficaram gravemente feridos. Eles foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para os hospitais de Barreiros e Palmares.

De acordo com a delegada, testemunhas relataram que o motorista estava em alta velocidade: "Não sei se ele ia fazer uma ultrapassagem ou não, isso é a perícia que vai determinar. Assim que ele chegou, eu pedi o teste do bafômetro e colhi a urina para saber se ele tinha usado alguma substância ilícita. Ele disse para mim que teve um apagão, que não lembra. Estava dirigindo e de repente acordou já depois do acidente, não sei a veracidade disso ainda".

O resultado do teste do bafômetro foi normal, ou seja, ele não havia ingerido bebida alcoólica. O resultado do teste de urina ainda não havia sido divulgado até a publicação desta matéria.

Vídeo do acidente

Um dos motociclistas do grupo estava gravando um vídeo dos colegas no momento em que o acidente ocorreu. "Meu pai do céu, o que foi isso, hein?", diz ele, ao perceber a colisão. Em seguida, os motociclistas param para socorrer os amigos, e avisam sobre o acidente aos que já estavam mais na frente.

Vereador suspeito de atropelar motociclistas tem liberdade provisória concedida

O vereador Pedro Marconi de Souza Barros, teve a liberdade provisória concedida na tarde dessa segunda-feira (24), segundo informou o Tribunal de Justiça de Pernambuco. A decisão considera que “o autuado deverá responder ao processo em liberdade, ante a ausência dos requisitos da prisão preventiva, por se tratar de delitos culposos".

Mais Lidas