Economia

Julho apresenta geração positiva de empregos em Caruaru

Em 2020, foram mais de 2,8 mil postos de trabalho fechados

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 26/08/2020 às 17:07
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

A cidade de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, teve geração positiva de empregos no mês de julho, com 409 novas vagas abertas. Desde o início do ano, o saldo de admissões e demissões resulta em 2.818 postos de trabalho fechados.

Por causa da pandemia da covid-19, várias empresas - que estavam fechadas - precisaram demitir ou suspender os contratos dos funcionários. Com a reabertura dos setores, a situação começou a melhorar. A demanda reprimida gerou um aquecimento nas vendas nas últimas semanas, o que faz com que algumas empresas precisem aumentar o quadro.

"Quando começou essa pandemia, a gente foi obrigado a afastar algumas pessoas, a fazer a redução de carga horária. A gente tinha 39 funcionários, ficamos somente com 20. Depois que o comércio começou a reabrir, a gente chamou algumas pessoas que tinham sido demitidas e começou a fazer novas admissões", contou o gerente de uma loja do centro, Adriano de Lima.

A vendedora Jucielma Freire foi uma das que perdeu o emprego durante a pandemia e chegou a passar quatro meses em casa. "Foi bem difícil, porque eu não esperava. Logo quando reabriu as lojas, eu fui contratada de novo. Estou em [contrato de] experiência, estou gostando, graças a Deus", comemora.

A também vendedora Thamires da Silva havia sido contratada no fim do ano passado por uma empresa, mas foi demitida com o fechamento das atividades econômicas. "Passei quatro meses em casa, sem saber qual dia ia voltar o comércio. Quando eu soube, fiquei muito feliz".

O auditor da Secretaria do Trabalho Francisco Reginaldo destacou que a flexibilização dos setores da economia refletiu nos números, mas disse que o desemprego ainda é muito alto e é preciso observar a tendência dos próximos meses: "Os números de julho são positivos e importantes. Quebrou uma sequência negativa que vinha acontecendo desde a instalação da pandemia no País, afetando fortemente o mercado de trabalho". Os setores que mais contrataram em julho foram a indústria, o comércio e a construção civil.

Mais Lidas