menu

Veja datas das parcelas de R$ 300 do auxílio emergencial para o Bolsa Família

Confira o calendário para este grupo

Muita gente madrugou na agência da Caixa Econômica Federal do Centro de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife
Veja datas de pagamento de parcela de R$ 300 do auxílio emergencial (Bruno Campos/ JC Imagem)

O auxílio emergencial foi prorrogado pelo governo federal por mais quatro meses, porém com parcelas de R$ 300. O pagamento começa no dia 17 deste mês para os beneficiários do programa Bolsa Família. O governo federal ainda não divulgou as datas de pagamentos para inscritos pelo site ou aplicativo ou pertencentes ao CadÚnico.

Os inscritos no Bolsa Família que também recebem o auxílio emergencial poderão sacar a sexta parcela entre 17 e 30 de setembro. O pagamento para quem faz parte deste grupo segue o Número de Identificação Social (NIS).

> Saiba quando será o próximo pagamento do auxílio emergencial nesta semana

> Qual o valor do auxílio emergencial para mãe solteira?

> Governo define regras que restringem quem pode receber novas parcelas do Auxílio Emergencial

Veja o calendário:

NIS 1 - 17 de setembro
NIS 2 - 18 de setembro
NIS 3 - 21 de setembro
NIS 4 - 22 de setembro
NIS 5 - 23 de setembro
NS 6 - 24 de setembro
NIS 7 - 24 de setembro
NIS 8 - 28 de setembro
NIS 9 - 29 de setembro
NIS 0 - 30 de setembro

Governo define regras que restringem quem pode receber novas parcelas do auxílio

A medida provisória (MP) que estabelece o pagamento de quatro novas parcelas do auxílio emergencial foi publicada em uma edição do Diário Oficial da União. Além de fixar o valor em R$ 300, o governo editou novas regras que limitam o pagamento da ajuda federal. Quem já é beneficiário não vai precisar solicitar as novas parcelas. Saiba quais são as novas regras para receber o auxílio emergencial.

Qual o valor do auxílio emergencial para mãe solteira?

De acordo com o Governo Federal, as mães solteiras, chefes de família monoparental, irão continuar recebendo o auxílio emergencial de forma dobrada na nova prorrogação do benefício. Enquanto o público geral recebe a parcela de R$ 300, as mães solteiras receberão R$ 600.