menu

Governo de Pernambuco prorroga, mais uma vez, suspensão das aulas presenciais

Decisão é do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19

Aulas voltam na segunda-feira (29)
Aulas na educação básica continuam suspensas (Reprodução/TV Jornal)

O Governo de Pernambuco decidiu prorrogar até o dia 22 de setembro a suspensão das aulas presenciais na educação básica em todo o Estado. A decisão foi anunciada nesta segunda-feira (14), após reunião do Gabinete de Enfrentamento à Covid-19.

Segundo o governo estadual, os dados serão avaliados novamente na próxima segunda, para deliberação sobre o cronograma do plano de retorno das redes pública e privada.

Os donos das escolas particulares defendem a retomada gradual das instituições de ensino. O presidente do Sindicato das Ecolas Privadas de Ensino (Sinepe), José Ricardo Diniz, fala em "retorno progressivo e imediato".

A categoria realizou um protesto no dia 3 de setembro para cobrar a agilidade na reabertura. No mesmo dia, o governador Paulo Câmara (PSB) afirmou que não era o momento para a retomada das aulas.

Aulas em Noronha vão voltar gradualmente

O único lugar do Estado que teve a volta às aulas presenciais na educação básica autorizada foi Fernando de Noronha. Segundo o governo, a ilha não registra transmissão comunitária da covid-19 desde abril.

Os 402 estudantes da Escola de Referência em Ensino Fundamental e Médio (Erem) Arquipélago Fernando de Noronha voltam a partir do dia 22. No dia 29, retornam os alunos dos anos finais do ensino fundamental e no dia 6 de outubro, os das séries iniciais do fundamental.

As aulas presenciais estão suspensas desde o dia 18 de março em Pernambuco, como forma de evitar a disseminação do novo coronavírus.