menu

SBT monta timaço de jornalistas para transmissão da Libertadores

O SBT garantiu a transmissão da Libertadores até o fim da temporada de 2022

Além da Copa Libertadores da América, a Sulamericana também foi adiada
O SBT garantiu a transmissão da Libertadores até o fim da temporada de 2022 (Divulgação/Facebook)

Na sua estreia na transmissão da Taça Libertadores da América, o SBT montou um timaço de bons jornalistas esportivos. A emissora transmite, nesta quarta-feira (16), a partir das 21h30, duas partidas envolvendo times brasileiros na Libertadores: Bolívar (BOL) x Palmeiras e Universidad Católica (CHI) x Grêmio.

> Bolívar x Palmeiras marcará estreia do SBT na Libertadores

No confronto do Bolívar com o Palmeiras, quem comandará a equipe será o narrador Teo José. Com longa história na casa, Teo transmitiu a Copa do Mundo da França em 1998, as Olimpíadas de Atlanta em 1996 e, mais recentemente, a final do Campeonato Carioca, entre Flamengo e Fluminense. Para comentar, o jornalista esportivo Mauro Beting e o tetracampeão do mundo Ricardo Rocha.

Na partida do Grêmio contra o Universidad Católica, o narrador será Luiz Alano, que trabalha atualmente no streaming DAZN, e que já trabalhou pela RBS no Rio Grande do Sul, cobrindo jogos de times do sul. Como comentarista, o SBT contratou Mauro Galvão, ex-jogador de futebol que fez história no tricolor.

Ao todo, sete clubes brasileiros participam da disputa pela taça de melhor da América: Flamengo, São Paulo, Palmeiras, Santos, Grêmio, Internacional e Athelitco PR.

Período de transmissão

O SBT assinou contrato com a Conmebol até o fim da temporada de 2022. Para transmissão da Libertadores, o acordo foi celebrado por Silvio Santos, dono da emissora. Até as quartas de final, o SBT na Libertadores poderá mostrar dois jogos por rodada - normalmente, um jogo regionalizado e outro para todo o país. A partir das quartas, o SBT tem direito a uma partida, incluindo a final única exclusiva na TV aberta, que neste ano, vai acontecer no estádio do Maracanã.