Manifestação

Em protesto, Guarda Municipal pede melhores condições de trabalho em Caruaru

Eles saíram da sede do Sismuc até a prefeitura

Equipe NE10 Interior
Equipe NE10 Interior
Publicado em 03/11/2020 às 15:27
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

Alguns integrantes da Guarda Municipal de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, realizaram um protesto na manhã desta terça-feira (3) reivindicando melhores condições de trabalho.

Os servidores saíram por volta das 8h da sede do Sismuc com direção à prefeitura. Atualmente, o quadro da Guarda conta com 136 servidores. Eles reclamam da falta de armamento e pedem melhores condições de trabalho.

"São várias reivindicações, e a principal é que a categoria está se sentindo muito insegura. Por exemplo, atualmente eles estão tentando fazer um trabalho de policiamento ostensivo e estão sem as armas elétricas", destacou o vice-presidente do Sismuc, Marcelo Oliveira.

Assalto na UPA

Os guardas afirmam que a prefeitura só disponibiliza spray de pimenta e cassetete para atuação nas ruas. Eles denunciam que no último fim de semana, um assaltante invadiu a UPA do Salgado e a Guarda não pôde contê-lo por falta de armamento.

Os servidores também pedem que o alojamento utilizado por eles não seja compartilhado por homens e mulheres. Eles alegam que já apresentaram os questionamentos à autarquia municipal de trânsito (Destra), mas não obtiveram resposta efetiva.

Mais Lidas