menu

Laura Gomes quer ser elo entre prefeita de Caruaru e Paulo Câmara

Ela deve assumir vaga na Assembleia Legislativa em 2021

Laura Gomes (PSB) e Berg Santos na Rádio Jornal Caruaru
Laura Gomes (PSB) e Berg Santos na Rádio Jornal Caruaru (Divulgação)

A suplente de deputada estadual Laura Gomes (PSB) deverá voltar à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) a partir de 2021, quando o deputado estadual Sivaldo Albino (PSB) assumirá a prefeitura de Garanhuns, no Agreste.

Com carreira política em Caruaru, também no Agreste, Laura Gomes já foi vereadora, deputada estadual e secretária-executiva de Desenvolvimento Social do Estado.

Saio como a segunda maior força política de Caruaru, diz Lessa após eleições 2020

Apenas oito vereadores se reelegem em Caruaru; confira nomes

Ao retornar à Alepe, Laura assume o compromisso de unir forças para beneficiar a população de Caruaru, mantendo um diálogo entre a prefeita reeleita, Raquel Lyra (PSDB), e o governador Paulo Câmara (PSB). Nos últimos quatro anos, os gestores mantiveram uma relação distante, devido a divergências políticas.

"Eu vou assumir o mandato, se Deus quiser e o governador vai entender também isso, e eu quero ser esse elo de aproximação com a prefeita Raquel Lyra, da Prefeitura de Caruaru, com o Governo do Estado. A gente aparar as arestas e ver o que é melhor para a população", declarou, em entrevista à Radio Jornal Caruaru.

Laura Gomes é mãe do vereador Marcelo Gomes (PSB), que concorreu à prefeitura de Caruaru em 2020, mas recebeu apenas 2,05% dos votos (3.513), mesmo com o apoio do governador e dos deputados estaduais José Queiroz (PDT) e Tony Gel (MDB).

"Marcelo se colocou para uma missão, entendendo que a gente também tem um legado, um projeto que precisa defender. Se a população não entendeu ou optou por outro projeto, temos que entender", disse Laura Gomes.

Agora, Caruaru contará com quatro deputados na Alepe: Laura Gomes (PSB), Tony Gel (MDB), Delegado Lessa (PP) e José Queiroz (PDT).

Ouça a entrevista: