menu

Rodízio de abastecimento de água diminui em Caruaru a partir desta segunda-feira

O município voltará a ser atendido pelo sistema Jucazinho, em complemento ao sistema Prata/Pirangi que já atende a cidade

O município voltará a ser atendido pelo sistema Jucazinho, em complemento ao sistema Prata/Pirangi que já atende a cidade
O município voltará a ser atendido pelo sistema Jucazinho, em complemento ao sistema Prata/Pirangi que já atende a cidade (Compesa)

Começa a vigorar a partir desta segunda-feira (23), o novo sistema de abastecimento de Caruaru, que passa a ser de cinco dias com água e cinco dias sem. Na zona rural, o esquema será de dois dias com água para 20 sem. O anúncio foi feito, na última semana, pelo governador Paulo Câmara, durante agenda no Agreste.

O município voltará a ser atendido pelo sistema Jucazinho, em complemento ao sistema Prata/Pirangi que já atende a cidade. Com a melhoria do nível de Jucazinho, que estava em pré-colapso desde 2015 em decorrência da escassez de chuvas e agora está com 34% da sua capacidade de acumulação, foram realizados ajustes operacionais no sistema de abastecimento que permitiram ampliar a oferta de água para a Capital do Agreste.

Em abril deste ano, a cidade já havia passado por uma mudança no calendário de abastecimento e após a acumulação dos mananciais no período chuvoso, juntamente com ações da Compesa, foi possível reduzir ainda mais o rodízio.

“Desde o mês de abril a Compesa vem recuperando as unidades e equipamentos deste sistema que estava parado, para que fosse possível trazer esse benefício para a população caruaruense”, destacou a presidente da Compesa, Manuela Marinho.

Obras

Rodízio de abastecimento de água diminui em Caruaru e a presidente da Compesa informou ainda que até o fim de 2021 a companhia deve concluir obras estruturadoras como a Adutora de Serro Azul, parte da Adutora do Agreste e do Alto Capibaribe, para aliviar ainda mais a seca na região.