Duplo homicídio

Por causa de terras, pai e filho matam familiares de 1º grau no Agreste de PE

Presos em Santa Cruz do Capibaribe, ambos confessaram ter matado irmão e primo

Pedro Augusto
Pedro Augusto
Publicado em 23/12/2020 às 13:53
NOTÍCIA
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

O duplo homicídio ocorrido, no último dia 29 de setembro, em Brejo da Madre de Deus, no Agreste pernambucano, tendo como vítimas pai e filho, foi elucidado pela Polícia Civil. Na manhã dessa terça-feira (22), a polícia prendeu os suspeitos de terem matado a facadas os dois homens, Romeu Batista Silva, de 62 anos, e Eliaquim Batista da Silva, de 25 anos, devido a uma briga familiar.

>>> 

De acordo com as investigações da Civil, o duplo homicídio, que acabou chocando a população local, teria sido praticado também por pai e filho. Rinaldo Batista da Silva e Rivaldo Batista da Silva, de idades não informadas.

Eles são, respectivamente, irmão/tio e primo/sobrinho das vítimas. Ambos foram localizados na Bairro Bela Vista, em Santa Cruz do Capibaribe, na mesma região.

A confusão, que resultou na morte das duas pessoas, ocorreu no Sítio Cachoeira, mais precisamente na Barragem de Tabocas, na zona rural de Brejo. O duplo homicídio, segundo a Polícia Civil, teria sido motivado por causa de heranças de terras da família.

Delegado 

"Eles estavam escondidos em Santa Cruz, não reagiram à prisão e confessaram o crime. Após passarem por audiência de custódia foram recolhidos à Penitenciária também de Santa Cruz", destacou o delegado responsável pelas investigações, Anderson Liberato.

Notícias policiais da TV Jornal Interior

Além desta matéria: "Por causa de terras, pai e filho matam familiares de 1º grau no Agreste de PE", quer ficar acompanhando as notícias policiais da TV Jornal? Você pode ter acesso rápido a todas elas no nosso grupo, no Facebook. Acesse aqui o grupo Notícias Policiais TV Jornal Interior.

Mais Lidas