coronavírus

Família faz plantão na porta do hospital para ver idosa internada com suspeita de Covid-19

Cleuza foi internada no dia 30 de dezembro e os familiares a acompanham da calçada, através de uma janela

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 05/01/2021 às 12:00
NOTÍCIA
Marco Favero / Agencia RBS
FOTO: Marco Favero / Agencia RBS
Leitura:

A professora Cleuza Maria da Silva Silveira, de 69 anos, está internada com suspeita de Covid-19 no Hospital Santa Luzia, em Capão da Canoa, no Rio Grande do Sul. Para reduzir a solidão do isolamento, a família de Cleuza vai ao hospital todos os dias e ficam observando a idosa da calçada.

Médico caruaruense é vacinado contra a Covid-19 nos EUA; veja o vídeo

Com Covid-19, Genival Lacerda apresenta piora na UTI

Cleuza consegue ver os familiares através da janela do seu quarto no hospital. Essa foi uma forma encontrada pelos filhos da professora para matar a saudade.

“Ela estava muito triste, chorou bastante no começo, não queria ficar sozinha, com medo. Quando descobrimos que dava para ver ela da janela, viemos pra cá para dar força pra ela”, disse a filha dela, Jennifer Silveira.

A idosa observa os familiares da janela do hospital
A idosa observa os familiares da janela do hospital
Marco Favero / Agencia RBS

Internação

Cleuza foi internada no dia 30 de dezembro com suspeita de Covid-19. Mesmo estando no hospital, no momento da virada do ano no dia seguinte os familiares estivera lá, fazendo um “plantão” na calçada.

Uma tomografia realizada no hospital apontou o comprometimento de 25 a 50% os pulmões. Mesmo diante de um quadro de saúde delicado, na última segunda-feira (4) a professora apresentou uma melhora.

“Temos muita fé e esperança. A mãe sempre foi fortaleza, encara todas as adversidades de frente. Estaremos lá, todo santo dia, para não deixar esmorecer”, afirmou a filha Jennifer.

A família observa a idosa da calçada do hospital
A família observa a idosa da calçada do hospital
Marco Favero / Agencia RBS

Mais Lidas