Saúde

Covid-19: Comprar vacina para funcionários será proibido

Decisão foi informada a grupo de empresários durante reunião com representantes do Governo

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 14/01/2021 às 14:38
NOTÍCIA
Marcelo Camargo/Agência Brasil
FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

Em reunião virtual realizada nesta quarta-feira (13) empresários disseram que o Governo Federal informou sobre a proibição da aquisição de vacinas por empresas, para imunização de funcionários. Participaram do momento o ministro-chefe da Casa Civil, general Braga Netto; o ministro das Comunicações, Fábio Faria; e o secretário-geral do Ministério da Saúde, Élcio Franco. Os empresários convidados para a reunião fazem parte de um grupo reunido pela (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) Fiesp.

A distribuição das doses e o processo de vacinação deve ficar a cargo do Ministério da Saúde, que deverá passar as normativas para os estados. Segundo o Governo, o fato do Brasil ter um programa de imunização já estabelecido, pode recuperar a vacinação tardia, em relação aos países que já vêm vacinando há mais de um mês.

As empresas apresentaram uma proposta de doar uma dose para o Programa Nacional de Imunização (PNI), para cada vacina aplicada em um funcionário. No entanto, o Governo defendeu a ideia de que, com a produção do Instituto Butantan e da Fiocruz, não haverá falta de imunizantes.

Como já foi informado pelo Ministro da Saúde, Eduardo Pazzuello, na reunião foi reforçado que o início da vacinação no país tem previsão entre os dias 19 e 20.

Mais Lidas