menu

Feira da Sulanca pode ter provocado aumento de casos de Covid-19 no Agreste, diz Pedro Eurico

O secretário de Justiça e Direitos Humanos disse que houve aumento dos casos de internação por coronavírus na região

Pedro Eurico
Pedro Eurico concedeu entrevista a Rádio Jornal Caruaru (Foto: Leo Motta/JC Imagem)

Em entrevista a Rádio Jornal Caruaru nesta segunda-feira (18), o secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico, comentou sobre o aumento de casos da Covid-19 no estado e as medidas adotadas para conter a pandemia. Pedro reforçou a preocupação do governo estadual com relação aos casos de coronavírus no Agreste.

O secretário falou sobre a movimentação nas praias no último fim de semana depois da ameaça de fechamento de parte do litoral caso fossem registradas aglomerações. Pedro Eurico comentou ainda sobre a importância da suspensão de música em bares e restaurantes no combate à Covid-19 em Pernambuco.

Na Região Metropolitana do Recife, houve uma queda nos casos de coronavírus registrados nos últimos dias e o secretário afirmou que esse cenário se deu pelas medidas mais rígidas adotadas pela fiscalização.

“O governo não deixará de tomar medidas restritivas se houver crescimento. Quero pedir a população que nos ajude também no Agreste. Não podemos ver esses números caminharem para uma superlotação das UTIs”, disse Pedro Eurico.

Feira da Sulanca

Com relação ao aumento de casos de Covid-19 no Agreste, o secretário Pedro Eurico ressaltou a preocupação do Governo do Estado e afirmou que um dos possíveis fatores para esse aumento foram as feiras de fim de ano realizadas na região, como a feira da Sulanca, em Caruaru.

“Nós estamos creditando isso [aumento dos casos], infelizmente, àquele período de fim de ano, aquelas feiras que aconteceram, que coincide também com o período de férias [...]. Se houver necessidade, nós podemos fechar parques, podemos fechar praias. O que nós não vamos admitir e nem queremos é que a população pague pela vida de seus entes queridos”, destacou.

Pedro Eurico destacou ainda que existe um constante aumento de internações na região e que o governo estadual está atento ao comportamento da Covid-19 nas cidades do Agreste.

Confira a entrevista completa: