crime

PF prende suspeitos de enviar pornografia infantil de Pernambuco para o exterior

Foram realizadas duas operações, que contaram com quatro mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 21/01/2021 às 12:51
NOTÍCIA
Divulgação
FOTO: Divulgação
Leitura:

A Polícia Federal (PF) em Pernambuco deflagrou nesta quinta-feira (21) duas operações de combate à pornografia infantil na internet. As ações foram realizadas por meio do Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos (GRCC). Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e um de prisão em quatro municípios pernambucanos.

Operação 'Voto Livre' cumpre mandados de busca e apreensão em Agrestina e Caruaru

As duas investigações foram iniciadas em 2020, após a National Center for Missing and Exploited Children (NCMEC) e o Centro Nacional de Coordenação de Exploração Infantil da Polícia do Canadá informarem sobre denúncias de crimes de abuso sexual infantil e ocorrências similares envolvendo aparelhos celulares do Brasil.

Help X

Denominada Help X, uma das operações investiga a distribuição de material pornográfico com cenas de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes por meio de aplicativos de mensagem. Os acessos e compartilhamentos teriam partido de Feria Nova e Gravatá, no Agreste de Pernambuco, de acordo com o Centro Nacional de Coordenação de Exploração Infantil da Polícia do Canadá.

As 4ª e 36ª Varas da Justiça Federal cumpriram dois mandados de busca e apreensão na residência dos suspeitos. Nos aparelhos apreendidos, foram detectados materiais de pornografia infantil. Se condenados, os suspeitos podem pegar de 1 a 4 anos de reclusão.

Infância Resgatada

A segunda operação, denominada Infância Resgatada, visa combater o armazenamento de pornografia infantil, a prática de estupro e produção de material pornográfico contendo crianças e adolescentes.

Nas investigações, foi identificado um caso de abuso sexual em Pernambuco. Foi cumprido um um mandado de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão, expedidos pela 36ª Vara da Justiça Federal. Os mandados foram cumpridos em de Ipojuca e Cabo de Santo Agostinho, nas praias de Muro Alto e Gaibu, Região Metropolitana do Recife (RMR).

A PF informou que o suspeito foi preso pela prática da produção, compartilhamento e armazenamento de conteúdo pornográfico infantil e estupro de vulnerável. Se cumprir pena, o suspeito pode ficar de 4 a 16 anos recluso.

Mais Lidas