Carnaval

Artistas temem que lives sejam proibidas durante o Carnaval

Receio surgiu após o MPPE informar que vai coibir qualquer manifestação carnavalesca

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 04/02/2021 às 14:32
NOTÍCIA
Flávio Lima/TV Jornal Interior
FOTO: Flávio Lima/TV Jornal Interior
Leitura:

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou que os promotores de justiça atuem para fiscalizar e proibir aglomerações durante o Carnaval. No entanto, alguns artistas se demostraram preocupados com um trecho nota que diz que não devem ser realizadas qualquer tipo de manifestação carnavalesca.

Promotores devem fiscalizar festas clandestinas de carnaval, diz MPPE

Dessa forma, os artistas temem que não haverá possibilidade de fazer lives, formato que se tornou popular desde a proibição de shows e eventos. A classe artística é uma das que mais sofreu, economicamente, desde o início da pandemia, a maioria está praticamente sem trabalhar, desde março do ano passado.

Os artistas pretendem usar o edital de Criação, Fruição e Difusão da Lei Aldir Blanc, promovido pelo Governo de Pernambuco, para garantir as transmissões e a geração de renda para os trabalhadores do setor. De acordo com a Secretaria de Turismo e Lazer de Pernambuco, a receita turística atingiu R$ 2,3 bilhões em 2020, além de receber quase 2 milhões de visitantes durante o feriado.

Confira o trecho da nota do MPPE na íntegra:

Promotores e promotoras de Justiça precisam estar atentos à realização de qualquer manifestação carnavalesca nos municípios em que atuam, independentemente do número de participantes, que desrespeite protocolos setoriais, normas e regras sanitárias.
Ministério Público de Pernambuco

Mais Lidas