política

TRE-PE afasta prefeito de Palmeirina, no Agreste, por improbidade administrativa

Eudson Catão (MDB) teve candidatura indeferida em outubro de 2020

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 05/02/2021 às 16:46
NOTÍCIA
Reprodução/Internet
FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

Na última quinta-feira (4), o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE) divulgou a cassação do diploma do prefeito eleito de Palmeirina, no Agreste de Pernambuco, Eudson Catão (MDB).

Ainda em 2020, antes das eleições municipais, Eudson teve a candidatura indeferida pelo TRE. Ele é condenado por improbidade administrativa. Quando candidato, ainda tentou recorrer da decisão e foi derrotado.

Eudson conseguiu uma liminar autorizando sua diplomação e posse em 1º de janeiro deste ano. No entanto, o TRE decidiu, por cinco votos a dois, que iria derrubar a liminar e cassar o diploma do prefeito.

Quem assume?

De acordo com a Legislação eleitoral, nestes casos não é permitido que o vice assuma o cargo. Sendo assim, o presidente da Câmara de Vereadores, Lecinho Vieira (Solidariedade), assume de forma interina até que novas eleições sejam convocadas.

Mais Lidas