repercussão

Eike Batista é condenado a 11 anos e 8 meses de prisão e R$ 871 milhões de multa

O empresário foi condenado por crimes contra o mercado de capitais.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 12/02/2021 às 15:37
NOTÍCIA
Fernando Frazão/Agência Brasil
FOTO: Fernando Frazão/Agência Brasil
Leitura:

O empresário Eike Batista foi condenado a uma pena de 11 anos e 8 meses de prisão pela 3ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro por cometer crimes contra o mercado de capitais. Batista deve pagar ainda uma multa de R$ 871 milhões, de acordo com a condenação da juíza Rosália Monteiro Figueira, por crime de uso de informação privilegiada e manipulação do mercado.

Em 2014, Eike foi denunciado por lucrar com vendas da sua empresa, a OGX, por meio da ocultação ao mercado das informações negativas do empreendimento. O Ministério Público Federal (MPF) alega que Batista simulou uma injeção de US$ 1 bilhão na empresa para atrair investidores, caracterizando crime de manipulação d emercado.

Outras acusações

O MPF também acusa o empresário de usar informações privilegiadas para lucrar com a venda de ações em 2013. Eike teria vendido as ações da OGX em um momento em que possuía informações que não tinham sido divulgadas ao mercado. A defesa dele nega a manipulação.

Mais Lidas