prisão

Enfermeira é presa por fazer empréstimos e compras com nomes de pacientes da UTI

A mulher, que tem 35 anos, já era investigada por estelionato.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 15/02/2021 às 14:58
NOTÍCIA
Reprodução/UOL
FOTO: Reprodução/UOL
Leitura:

Uma enfermeira foi presa na cidade de Icó, no Ceará, por fazer empréstimos e compras usando o nome de pacientes da UTI de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A profissional, de 35 anos, já era investigada pela polícia por estelionato e foi pega em flagrante enquanto realizava o novo golpe.

O delegado Glauber Ferreira, titular da delegacia de Icó, afirmou que a enfermeira chegou a tirar R$ 3,6 mil em empréstimos usdando os os documentos de uma das vítimas e comprou produtos em nome outra paciente.

"Uma paciente que ficou na UTI com suspeita de Covid-19 nos procurou. Ela achou estranho um empréstimo consignado de R$ 3,6 mil que apareceu na conta dela justamente na época que estava internada", disse o investigador ao UOL.

Investigação

O delegado destacou que uma investigação foi aberta e ficou constatado que a enfermeira havia utilizado os documentos para fazer uma operação online. A mulher chegou a fazer fotos com o documento da paciente em mãos.

"Diante dessa situação e da gravidade dos fatos, pedimos o afastamento da enfermeira de suas funções, e começamos a investigar se havia participação de outros funcionários e se havia outras vítimas", destacou o delegado.

O filho de outra paciente procurou a delegacia denunciando que a mulher teria realizado compras em uma farmácia em nome de uma idosa de 83 anos. O rapaz acionou a polícia.

A mulher já estava afastada do cargo na ocasião do flagrante. A polícia orienta aos pacientes internados na UPA para que fiquem atentos a cobranças indevidas.

Mais Lidas