policial

Investigação aponta que menino ficou preso em barril por "pegar comida que não devia"

A polícia confirmou que a criança ficou presa no barril por quase um mês.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 15/02/2021 às 11:25
NOTÍCIA
Divulgação/Polícia Militar de Campinas
FOTO: Divulgação/Polícia Militar de Campinas
Leitura:

As investigações do caso do menino que ficou amarrado e trancada em um barril na cidade de Campinas, em São Paulo, apontaram que a criança passou por maus-tratos porque "pegou comida que não era autorizado". A informação foi confirmada pelo UOL por fontes que investigam o caso.

Laudo aponta que casa onde menino ficou preso em barril tinha fartura de comida

O menino, de 11 anos, relatou à Delegacia de Defesa da Mulher que estava há aproximadamente um mês dentro do barril, amarrado com correntes e cadeado, porque pegou comida sem autorização dos pais no fim do ano passado. A Polícia Civil disse ainda que, ao ouvir os vizinhos, eles relataram que no Réveillon não viram a criança e estranharam porque ele sempre brincava na rua.

Depois de falar com menino encontrado em barril, mulher diz que "ele queria um pastel"

O garoto relatou que viu a passagem de ano de dentro do barril e que as visitas que chegavam nunca passavam do portão da entrada.

Investigação

O menino recebeu alta médica após passar alguns dias internado e o estado de saúde é considerado bom. Ele segue em um abrigo da cidade de Campinas e aguarda decisão judicial.

A Justiça deve decidir se ele fica com parentes ou se vai ser encaminhado para adoção. O pai está preso em Campinas e a madrasta e a meia-irmã estão na Penitenciária de Tremembé.

Mais Lidas