menu

Covid-19: Manoel Afonso e Mestre Vitalino estão com 100% da ocupação nos leitos de UTI, em Caruaru

Alta nos casos de Covid-19 e leitos com capacidade máxima tornam o cenário preocupante.

Hospital de Campanha de Caruaru inaugura mais seis leitos de UTI
Hospital de Campanha de Caruaru inaugura mais seis leitos de UTI (Divulgação/HMV)

Os dois hospitais referências municipal e estadual para atendimento e tratamento de pacientes com coronavírus em Caruaru, no Agreste de Pernambuco estão com as UTI lotadas. O Hospital Municipal Manoel Afonso (HMMA) e o Hospital Mestre Vitalino (HMV) registraram na manhã desta segunda-feira (22), taxa de ocupação de 100% dos leitos de UTI para Covid-19.

A situação é um reflexo da alta de casos de coronavírus. Caruaru atende não só a demanda de pacientes locais, mas também de toda a região Agreste, e no caso do HMV, a central de regulação de leitos do estado é quem encaminha os pacientes.

No Hospital Manoel Afonso, ao todos são 68 leitos para pacientes com Covid-19, dos quais 13 estão ocupados, 21 de clínica médica, com 3 ocupados e a UTI que está 100% ocupada, com 10 pacientes, segundo a gestão do hospital. 

Apesar da vacinação estar acontecendo, os cuidados precisam ser mantidos. De acordo com a Secretaria de Saúde, já foram aplicadas 9.164 doses da vacina contra o coronavírus.

No Hospital Mestre Vitalino, a situação também é preocupante. Em relação aos pacientes com Covid-19, a enfermaria está com 79% da ocupação, enquanto a UTI registra 100% dos leitos ocupados, conforme a assessoria do HMV.

A alta nos casos de Covid-19 é sentida desde o começo do ano, como consequência das aglomerações registradas nas festa de fim de ano, e agora, do Carnaval. Mas isto não se resume a Caruaru, em todo o estado há uma tendência de elevação na curva de contaminação do vírus, que deve se estender pelo próximo mês.

Casos de Covid-19 em Caruaru

De acordo com o boletim de casos do coronavírus divulgado pela Secretaria de Saúde de Caruaru neste domingo (21), foram registrados 22 novos casos, 14 pessoas que se recuperaram da doença e um óbito. Ao todo já são 16.103 casos confirmados, 15.500 pessoas recuperadas e 464 óbitos.