Covid-19

Secretário de Saúde diz que Pernambuco poderá adotar medidas mais restritivas nos próximos dias

"Podemos ter o pior março da história se nós não nos unirmos", disse André Longo em entrevista à Rádio Jornal.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 01/03/2021 às 9:06
NOTÍCIA
Hélia Scheppa/SEI
FOTO: Hélia Scheppa/SEI
Leitura:

Na última semana, Pernambuco adotou medidas restritivas para conter a disseminação da Covid-19. Na sexta-feira (26), 63 municípios das II, IV e IX Gerências Regionais de Saúde (Geres) suspenderam atividades não essenciais das 20h e 5h, durante a semana, e das 17h até as 5h nos fins de semana, enquanto o restante do Estado suspendeu das 22h e 5h. Mesmo com as medidas adotadas, o secretário estadual de Saúde, André Longo, disse na Rádio Jornal que podem haver ainda mais restrições.

Durante entrevista realizada nesta segunda-feira (1º), André Longo falou sobre a alta taxa de ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e destacou a preocupação das autoridades de saúde com o aumento de casos de coronavírus. "Tem mais doente entrando nos nossos leitos de UTI do que a nossa capacidade de tirá-los. Isso faz com que a taxa de ocupação fique crescente e é preciso abrir várias frentes, como ampliar a vacinação, especialmente dos idosos.

O secretário destacou ainda que, no último fim de semana, Pernambuco abriu novos 22 leitos, mas que foram rapidamente ocupados por pacientes em estado grave. A perspectiva é de que o Estado abra novos 50 leitos nesta semana, mas, ainda assim, a quantidade pode não ser suficiente para atender à demanda. 

"Se a aceleração (do contágio) continuar rápida, como a gente começa a ver, não vai ter leito suficiente. [...] Nós precisamos nos unir como sociedade em Pernambuco para cumprir com as medidas sanitárias nas próximas semanas, porque aí, caso contrário, nós podemos ter o pior março da história se nós não nos unirmos e não entendermos o memento em que nós estamos passando", alertou Longo.

Confira a entrevista completa

Mais Lidas