Violência

Médico é agredido por familiar após alertar sobre riscos da Covid-19

Agressor estava se preparando para ir a uma festa. Esposa do médico também foi agredida.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 02/03/2021 às 16:51
NOTÍCIA
Reprodução/Instagram
FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

O médico infectologista José Eduardo Mainart Panini, de 31 anos, foi agredido na sexta-feira (26) por um familiar após alertar sobre os riscos da Covid-19, em Toledo, Paraná. De acordo com o profissional da saúde, o agressor estava se preparando para ir a uma festa.

Em uma publicação nas redes sociais, o médico afirmou que tentou alertar o parente sobre as medidas de prevenção ao coronavírus. "Ao alertar os riscos a pessoas conhecidas, a resposta que me foi dada foram chutes e socos, enquanto um me segurava o outro me agredia", disse na publicação.

“Eu cheguei em casa depois de passar o dia em reunião justamente vendo que a situação da pandemia tinha piorado muito. Daí veio esse familiar, que mora com idosos, e falou que ia desrespeitar tudo”, afirmou José Eduardo. “Dói, mas sinto que estou do lado que zela pela vida”, comentou.

“Fomos tentar falar que era errado, que ele não deveria ir à balada e colocar em risco a saúde de ninguém, e ele já partiu para cima de mim. Até que chegou um amigo dele, que estava no carro o esperando, me segurou no chão, me deu um mata-leão, apertando muito meu pescoço", contou. 

A esposa do médico também foi agredida com um soco. Ela registou um boletim de ocorrência após a agressão. José Eduardo foi à delegacia na segunda-feira (1º). Nesta terça-feira (2), ele deve passar por exame de corpo de delito.

Mais Lidas